Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia
Festividade do dia

segunda-feira 19 agosto
Bem-aventurado Giordano de Pisa

Presbítero dominicano (†1311)

FRIENDS
Compartilhar

Nasceu num castelo numa localidade de Pisa, a famosa cidade italiana da torre inclinada. A data de seu nascimento é incerta, provavelmente terá ocorrido no ano de 1260. No século XIII, a Europa medieval assistiu ao nascimento de algumas das mais importantes e prestigiosas Universidades, como a de Paris e a de Bolonha, que competiam entre si em algumas áreas importantes do conhecimento. Giordano, em sua juventude, ingressou na Universidade de Paris e após um período na cidade luz, voltou para Pisa, sua terra natal, por volta de 1280. Em seu retorno, ingresso una Ordem dos dominicanos, no convento de Santa Catarina. Após o período de noviciado, estudo em Pisa, Bolonha e novamente em Paris. Após os estudos, viveu pregando e estudando em várias localidades europeias. Destacou-se como professor de filosofia e teologia; quem o conheceu ficava admirado pelos seus vastos conhecimentos: conhecia o grego, o hebraico, chegando a memorizar todo o breviário, o missal e boa parte da Sagrada Escritura. Apesar de todos esses conhecimentos, estava convencido que apenas a ciência não era suficiente. Por esse motivo, se esforçava sempre em adquirir as virtudes. Em 1301 foi até a Alemanha para participar do capítulo geral da Ordem dominicana. Sua fama o acompanhava onde quer que fosse: diz-se que o povo de Florença, ao saber de sua presença na cidade, o acompanhava de uma igreja a outra, de uma praça a outra, apenas para ouvir a pregações de Frei Giordano. Suas pregações tinham sempre em seu centro a Palavra de Deus, comunicada de modo que até os mais simples a pudessem compreender; por esse motivo, apesar de toda sua erudição, com frequência fazia suas pregações na língua do povo, usando palavras simples e claras. Numa de suas pregações, tão envolvido estava pelo Espírito de Deus, que os ouvintes testemunharam ter visto estampada sobre seu rosto uma cruz vermelha: nesse dia muitos abandonaram sua vida de vícios e se dedicaram à virtude. Chegou até mesmo a trazer paz entre os Guelfos e Guibelinos, as duas facções políticas rivais da cidade de Florença. Seus superiores consideraram de enviá-lo para Paris, para desempenhar uma das funções mais prestigiosas daquela época: Professor da Universidade de Paris. Embora tenha recebido o convite, a Providência dispôs de outro modo: durante a viagem até Piacenza, Frei Giordano ficou gravemente doente e faleceu no dia 19 de agosto de 1311. Sua morte foi assistida pelo Mestre Geral dos Dominicanos. A notícia de sua morte colocou toda a cidade de Pisa em prantos e enviaram uma delegação para recolher o corpo do ilustre filho da cidade. A chegada de seus restos mortais logo provocou comoção e imediatamente se tornaram objeto da devoção popular. Seu túmulo foi meta de inúmeras peregrinações do povo simples. Papa Gregório XVI aprovou o culto em 1833 e permitiu inserir a festa da memória de Frei Giordano na Ordem dos Frade Pregadores na diocese de Pisa.

Descubra outros santos clicando aqui

Exultemos de alegria no Senhor, e com cantos de louvor o celebremos!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém
Hino
Doador da luz esplêndida,
pelo vosso resplendor,
ao passar da noite o tempo,
surge o dia em seu fulgor.

Verdadeira Estrela d'alva,
não aquela que anuncia
de outro astro a luz chegando
e a seu brilho se anuvia,

mas aquela luminosa,
mais que o sol em seu clarão,
mais que a luz e mais que o dia,
aclarando o coração.

Casta, a mente vença tudo,
que os sentidos pedem tanto,
vosso Espírito guarde puro
nosso corpo, templo santo.

A vós, Cristo, Rei clemente,
e a Deus Pai, Eterno Bem,
com o Espírito Paráclito,
honra e glória eterna. Amém.

Salmo 134(135),1-12

Povo que ele conquistou, proclamai as obras admiráveis daquele que vos chamou das trevas para a sua luz maravilhosa (cf. 1Pd 2,9).

Louvai o Senhor, bendizei-o;
louvai o Senhor, servos seus,
que celebrais o louvor em seu templo
e habitais junto aos átrios de Deus!

Louvai o Senhor, porque é bom;
cantai ao seu nome suave!
Escolheu para si a Jacó,
preferiu Israel por herança.

Eu bem sei que o Senhor é tão grande,
que é maior do que todos os deuses.
Ele faz tudo quanto lhe agrada,
nas alturas dos céus e na terra,
no oceano e nos fundos abismos.

Traz as nuvens do extremo da terra,
transforma os raios em chuva,
das cavernas libera os ventos.

No Egito feriu primogênitos,
desde homens até animais.
Fez milagres, prodígios, portentos,
perante Faraó e seus servos.
Abateu numerosas nações
e matou muitos reis poderosos:

A Seon que foi rei amorreu,
e a Og que foi rei de Basã,
como a todos os reis cananeus.
Ele deu sua terra em herança,
em herança a seu povo, Israel.

Glória ao Pai...

Leitura breve Jt 8,25-26a.27
Demos graças ao Senhor nosso Deus, que nos submete a provações, como fez com nossos pais. Lembrai-vos de tudo o que Deus fez a Abraão, de como provou Isaac, de tudo o que aconteceu a Jacó. Assim como os provou pelo fogo, para lhes experimentar o coração, assim também ele não se está vingando de nós. É antes para advertência que o Senhor açoita os que dele se aproximam.

Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Aos retos fica bem glorificá-lo.
Cantai para o Senhor um canto novo.

BENEDICTUS
Ide ao mundo e ensinai a todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho
e do Espírito Santo. Aleluia

Bendito seja o Senhor Deus de Israel,
porque a seu povo visitou e libertou;

e fez surgir um poderoso Salvador
na casa de Davi, seu servidor,

como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos,

para salvar-nos do poder dos inimigos
e da mão de todos quantos nos odeiam.

Assim mostrou misericórdia a nossos pais,
recordando a sua santa Aliança

e o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,

a ele nós sirvamos sem temor
em santidade e em justiça diante dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profeta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando à frente do Senhor
para aplainar e preparar os seus caminhos,

anunciando ao seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados;

pela bondade e compaixão de nosso Deus,
que sobre nós fará brilhar o Sol nascente,

para iluminar a quantos jazem entre as trevas
e na sombra da morte estão sentados

e para dirigir os nossos passos,
guiando-os no caminho da paz.

Glória ao Pai...

Preces
Oremos a Cristo, que ouve e salva os que nele esperam; e o aclamemos:

R. Nós vos louvamos, Senhor, e em vós esperamos!

Nós vos damos graças, Senhor, que sois rico em misericórdia,
– pela imensa caridade com que nos amastes. R.

Vós, que estais sempre agindo no mundo em união com o Pai,
– renovai todas as coisas pelo poder do Espírito Santo. R.

Abri os nossos olhos e os de nossos irmãos e irmãs,
– para que contemplemos hoje as vossas maravilhas. R.

Vós, que neste dia nos chamais para o vosso serviço,
– tornai-nos fiéis servidores da vossa graça em favor de nossos irmãos e irmãs. R.

(Intenções livres)
Pai nosso ...

Oração
Ó Deus, que escolhestes o presbítero São João Eudes para anunciar as incomparáveis riquezas de Cristo, dai-nos seguir seus conselhos e exemplos, a fim de conhecer-vos melhor e viver fielmente à luz do Evangelho. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Terás um tesouro no céu... Vida de Santo Antônio do deserto.
Depois da morte de seus pais, quando Antônio tinha entre dezoito e vinte anos [...], um dia entrou na igreja, no momento em que liam o Evangelho e escutou o que disse o Senhor a um rico: “Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá aos pobres; depois vem e segue-me, e terás um tesouro no céu”. Antônio teve a sensação que essa leitura havia sido feita para ele. Saiu imediatamente e deu aos habitantes do povoado todas as suas propriedades familiares. Depois de ter vendido todos os seus bens, distribuiu por entre os pobres todo o ouro que a venda de seus bens havia proporcionado, separando uma pequena parte para manter sua irmã. [...] Trabalhava com suas próprias mãos, pois havia ouvido esta frase: “Se alguém não quer trabalhar, então na coma”. Comprava sua ração de pão com o que ganhava e distribuía entre os indigentes o resto que lhe sobrava. Orava sem cessar, pois havia aprendido que é necessário “rezar sem cessar” em privado. Prestava tanta atenção àquilo que lia nas Escrituras que não se esquecia de nada, mas guardava tudo; desde então sua memória podia suprir os livros. Todos os habitantes do povoado e as pessoas de bem que o visitavam assiduamente, vendo-o viver assim, o chamavam de amigo de Deus. Alguns o amavam com se fosse um filho, outros como se fosse um irmão.
Santo Atanásio
A vida de Santo Antônio, Pai dos monges, 2-4
Bispo de doutor da Igreja (296-373)

Exultemos de alegria no Senhor, e com cantos de louvor o celebremos!
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo,
como era no princípio, agora e sempre.
Amém.

Hino
Fonte da luz, da luz origem,
as nossas preces escutai:
da culpa as trevas expulsando,
com vossa luz nos clareai.

Durante a faina deste dia
nos protegeu o vosso olhar.
De coração damos graças
em todo tempo e lugar.

Se o pôr do sol nos trouxe as trevas,
outro sol fulge, coruscante,
e envolve até os próprios anjos
com o seu brilho radiante.

Todas as culpas deste dia
apague o Cristo bom e manso,
e resplandeça o coração
durante as horas do descanso.

Glória a vós, Pai, louvor ao Filho,
poder ao Espírito também.
No resplendor do vosso brilho,
regeis o céu e a terra. Amém.

Cântico Ef 1,3-10

O plano divino da salvação

Bendito e louvado seja Deus,
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso,
que do alto céu nos abençoou em Jesus Cristo
com bênção espiritual de toda sorte!

Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu,
já bem antes de o mundo ser criado,
para que fôssemos, perante a sua face,
sem mácula e santos pelo amor.

Por livre decisão de sua vontade,
predestinou-nos, através de Jesus Cristo,
a sermos nele os seus filhos adotivos,
para o louvor e para a glória de sua graça,
que em seu Filho bem-amado nos doou.

É nele que nós temos redenção,
dos pecados remissão pelo seu sangue.
Sua graça transbordante e inesgotável
Deus derrama sobre nós com abundância,
de saber e inteligência nos dotando.

E assim, ele nos deu a conhecer
o mistério de seu plano e sua vontade,
que propusera em seu querer benevolente,
na plenitude dos tempos realizar:
o desígnio de, em Cristo, reunir
todas as coisas: as da terra e as do céu.

Glória ao Pai...

Leitura 1Ts 3,12-13
O Senhor vos conceda que o amor entre vós e para com todos aumente e transborde sempre mais, a exemplo do amor que temos por vós. Que assim ele confirme os vossos corações numa santidade sem defeito aos olhos de Deus, nosso Pai, no dia da vinda de nosso Senhor Jesus, com todos os seus santos.

Ó Senhor, suba à vossa presença a minha oração, como incenso.
Minhas mãos como oferta da tarde.

MAGNIFICAT
Virão muitos do Oriente e do Ocidente
sentar-se à mesa com Abraão no Reino eterno. Aleluia.

A minha alma engrandece ao Senhor
e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador;
pois ele viu a pequenez de sua serva,
desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita.

O Poderoso fez por mim maravilhas
e Santo é o seu nome!
Seu amor, de geração em geração,
chega a todos que o respeitam;

demonstrou o poder de seu braço,
dispersou os orgulhosos;
derrubou os poderosos de seus tronos
e os humildes exaltou;

De bens saciou os famintos,
e despediu, sem nada, os ricos.
Acolheu Israel, seu servidor,
fiel ao seu amor,

como havia prometido aos nossos pais,
em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Glória ao Pai...

Preces
Oremos a Jesus Cristo, que nunca abandona os que nele confiam; e digamos humildemente:

R. Senhor Deus, ouvi a nossa oração!

Senhor Jesus Cristo, nossa luz, iluminai a vossa Igreja,
– a fim de que ela anuncie a todos os povos o grande mistério da piedade manifestado na vossa encarnação. R.

Protegei os sacerdotes e ministros da vossa Igreja,
– para que, pregando aos outros, sejam também eles fiéis ao vosso serviço. R.

Vós, que, pelo vosso sangue, destes a paz ao mundo,
– afastai o pecado da discórdia e o flagelo da guerra. R.

Dai a riqueza da vossa graça aos que vivem no matrimônio,
– para que sejam mais perfeitamente um sinal do mistério de vossa Igreja. R.

(Intenções livres)

Concedei a todos os que morreram o perdão dos pecados,
– a fim de que por vossa misericórdia vivam na companhia dos santos. R.

Pai nosso...

ANTÍFONA MARIANA
Salve, Regina, mater misericordiae
Vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus, exsules, filii evae.
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.

Eia ergo, Advocata nostra,
illos tuos misericordes oculos
ad nos converte.
Et Iesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

Ora pro nobis sancta Dei Genetrix.
Ut digni efficiamur promissionibus Christi. Amen.
(Tradução)
Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura esperança nossa salve! A vós bradamos degredados filhos de Eva.
A vós suspiramos gemendo e chorando neste vale de lágrimas.
Eia, pois advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro, mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre, ó clemente, ó piedosa ó doce e sempre Virgem Maria.
Rogai por nós Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém

SEJAM SANTOS!
Na escola da santidade.

Evangelho segundo São Mateus 19,16-22.

Naquele tempo, aproximou-se de Jesus um jovem, que Lhe perguntou: «Mestre, que hei de fazer de bom para ter a vida eterna?».
Jesus respondeu-lhe: «Porque Me interrogas sobre o que é bom? Bom é um só. Mas se queres entrar na vida, guarda os mandamentos».
Ele perguntou: «Que mandamentos?». Jesus respondeu-lhe: «Não matarás, não cometerás adultério; não furtarás; não levantarás falso testemunho;
honra pai e mãe; ama o teu próximo como a ti mesmo».
Disse-lhe o jovem: «Tudo isso tenho eu guardado. Que me falta ainda?».
Jesus respondeu-lhe: «Se queres ser perfeito, vende o que tens e dá-o aos pobres e terás um tesouro nos Céus. Depois vem e segue-Me».
Ao ouvir estas palavras, o jovem retirou-se entristecido, porque tinha muitos bens.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.