Aleteia
Sexta-feira 23 Outubro |
São Paulo Tong Viet Buong
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

Bem-aventurado Giordano de Pisa

Presbítero dominicano (†1311)

FRIENDS

Public Domain

Nasceu num castelo numa localidade de Pisa, a famosa cidade italiana da torre inclinada. A data de seu nascimento é incerta, provavelmente terá ocorrido no ano de 1260. No século XIII, a Europa medieval assistiu ao nascimento de algumas das mais importantes e prestigiosas Universidades, como a de Paris e a de Bolonha, que competiam entre si em algumas áreas importantes do conhecimento. Giordano, em sua juventude, ingressou na Universidade de Paris e após um período na cidade luz, voltou para Pisa, sua terra natal, por volta de 1280. Em seu retorno, ingresso una Ordem dos dominicanos, no convento de Santa Catarina. Após o período de noviciado, estudo em Pisa, Bolonha e novamente em Paris. Após os estudos, viveu pregando e estudando em várias localidades europeias. Destacou-se como professor de filosofia e teologia; quem o conheceu ficava admirado pelos seus vastos conhecimentos: conhecia o grego, o hebraico, chegando a memorizar todo o breviário, o missal e boa parte da Sagrada Escritura. Apesar de todos esses conhecimentos, estava convencido que apenas a ciência não era suficiente. Por esse motivo, se esforçava sempre em adquirir as virtudes. Em 1301 foi até a Alemanha para participar do capítulo geral da Ordem dominicana. Sua fama o acompanhava onde quer que fosse: diz-se que o povo de Florença, ao saber de sua presença na cidade, o acompanhava de uma igreja a outra, de uma praça a outra, apenas para ouvir a pregações de Frei Giordano. Suas pregações tinham sempre em seu centro a Palavra de Deus, comunicada de modo que até os mais simples a pudessem compreender; por esse motivo, apesar de toda sua erudição, com frequência fazia suas pregações na língua do povo, usando palavras simples e claras. Numa de suas pregações, tão envolvido estava pelo Espírito de Deus, que os ouvintes testemunharam ter visto estampada sobre seu rosto uma cruz vermelha: nesse dia muitos abandonaram sua vida de vícios e se dedicaram à virtude. Chegou até mesmo a trazer paz entre os Guelfos e Guibelinos, as duas facções políticas rivais da cidade de Florença. Seus superiores consideraram de enviá-lo para Paris, para desempenhar uma das funções mais prestigiosas daquela época: Professor da Universidade de Paris. Embora tenha recebido o convite, a Providência dispôs de outro modo: durante a viagem até Piacenza, Frei Giordano ficou gravemente doente e faleceu no dia 19 de agosto de 1311. Sua morte foi assistida pelo Mestre Geral dos Dominicanos. A notícia de sua morte colocou toda a cidade de Pisa em prantos e enviaram uma delegação para recolher o corpo do ilustre filho da cidade. A chegada de seus restos mortais logo provocou comoção e imediatamente se tornaram objeto da devoção popular. Seu túmulo foi meta de inúmeras peregrinações do povo simples. Papa Gregório XVI aprovou o culto em 1833 e permitiu inserir a festa da memória de Frei Giordano na Ordem dos Frade Pregadores na diocese de Pisa.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Extremistas queimam igrejas no Chile
Francisco Vêneto
Por que queimam igrejas: Dom Henrique e Pe. J...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Ver mais