Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 25 Janeiro |
Conversão de São Paulo
Oração do dia
Festividade do dia

Bem-aventurado Giordano de Pisa

Presbítero dominicano (†1311)

FRIENDS

Public Domain

Nasceu num castelo numa localidade de Pisa, a famosa cidade italiana da torre inclinada. A data de seu nascimento é incerta, provavelmente terá ocorrido no ano de 1260. No século XIII, a Europa medieval assistiu ao nascimento de algumas das mais importantes e prestigiosas Universidades, como a de Paris e a de Bolonha, que competiam entre si em algumas áreas importantes do conhecimento. Giordano, em sua juventude, ingressou na Universidade de Paris e após um período na cidade luz, voltou para Pisa, sua terra natal, por volta de 1280. Em seu retorno, ingresso una Ordem dos dominicanos, no convento de Santa Catarina. Após o período de noviciado, estudo em Pisa, Bolonha e novamente em Paris. Após os estudos, viveu pregando e estudando em várias localidades europeias. Destacou-se como professor de filosofia e teologia; quem o conheceu ficava admirado pelos seus vastos conhecimentos: conhecia o grego, o hebraico, chegando a memorizar todo o breviário, o missal e boa parte da Sagrada Escritura. Apesar de todos esses conhecimentos, estava convencido que apenas a ciência não era suficiente. Por esse motivo, se esforçava sempre em adquirir as virtudes. Em 1301 foi até a Alemanha para participar do capítulo geral da Ordem dominicana. Sua fama o acompanhava onde quer que fosse: diz-se que o povo de Florença, ao saber de sua presença na cidade, o acompanhava de uma igreja a outra, de uma praça a outra, apenas para ouvir a pregações de Frei Giordano. Suas pregações tinham sempre em seu centro a Palavra de Deus, comunicada de modo que até os mais simples a pudessem compreender; por esse motivo, apesar de toda sua erudição, com frequência fazia suas pregações na língua do povo, usando palavras simples e claras. Numa de suas pregações, tão envolvido estava pelo Espírito de Deus, que os ouvintes testemunharam ter visto estampada sobre seu rosto uma cruz vermelha: nesse dia muitos abandonaram sua vida de vícios e se dedicaram à virtude. Chegou até mesmo a trazer paz entre os Guelfos e Guibelinos, as duas facções políticas rivais da cidade de Florença. Seus superiores consideraram de enviá-lo para Paris, para desempenhar uma das funções mais prestigiosas daquela época: Professor da Universidade de Paris. Embora tenha recebido o convite, a Providência dispôs de outro modo: durante a viagem até Piacenza, Frei Giordano ficou gravemente doente e faleceu no dia 19 de agosto de 1311. Sua morte foi assistida pelo Mestre Geral dos Dominicanos. A notícia de sua morte colocou toda a cidade de Pisa em prantos e enviaram uma delegação para recolher o corpo do ilustre filho da cidade. A chegada de seus restos mortais logo provocou comoção e imediatamente se tornaram objeto da devoção popular. Seu túmulo foi meta de inúmeras peregrinações do povo simples. Papa Gregório XVI aprovou o culto em 1833 e permitiu inserir a festa da memória de Frei Giordano na Ordem dos Frade Pregadores na diocese de Pisa.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
2
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
3
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
4
FAMILY PRAY
Philip Kosloski
Oração para manter as crianças longe do perigo
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
7
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
Ver mais