Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 16 Abril |
Santa Maria Bernarda (Bernadete) Soubirous
Oração do dia
Festividade do diaHistórias de Santos

São Leopoldo de Castelnuovo Mandić

Presbítero Capuchinho (†1942)

SAINT LEOPOLD MANDIC

Public Domain

Santo do dia

Bogdan Ivan Mandić nasceu na cidade de Herceg Novi, na atual República da Croácia, no dia 12 de maio de 1866. Foi o décimo segundo filho do casal Dragica Zarević e Petar Antun Mandić, proprietários de uma companhia de pesca no Mar Adriático.
Mandić cresceu no entorno de uma comunidade de frades capuchinhos baseados na Província de Veneza que servira em sua cidade por dois séculos, desde o tempo em que a área era a República de Veneza. Era delicado, media apenas 1,35cm de altura, era portador de más formações físicas que o faziam mancar e além de tudo era gago. Sentindo atração pela vida religiosa seguiu para Údine, com 16 anos, para ingressar no Seminário Menor dos Capuchinhos na Província Veneziana. Dois anos depois foi admitido no Noviciado dos Frades em Bassano del Grappa, onde vestiu o hábito capuchinho e recebeu o nome religioso de Leopoldo de Castelnuovo.
Em maio de 1885, ele fez seus votos simples e logo após foi enviado para prosseguir os seus estudos para receber as Ordens Sagradas com os frades capuchinhos em Pádua e Veneza, onde proferiu seus votos perpétuos em 1888.
Em 20 de setembro de 1890, Mandić foi ordenado sacerdote na Basílica de Santa Maria da Salute, em Veneza, aos 24 anos, pelo cardeal Domenico Agostini, patriarca de Veneza.
Depois da sua ordenação, Mandić foi enviado para diversos cargos em vários conventos capuchinhos da região de Veneza e na sua terra natal. Entre suas várias incumbências estavam o ensino dos seminaristas que o seguiam, bem como os deveres domésticos da casa, como ser porteiro. Comum a todas as suas atribuições era a do dever de ser confessor na igreja onde serviam os frades. Assim permaneceu até 1906, quando foi designado para o convento de Santa Croce, em Pádua.
Embora Mandić quisesse ser missionário na Europa Oriental, ele passou quase toda a sua vida adulta na Itália, vivendo em Pádua de 1906 até sua morte. Ele também passou um ano em uma prisão italiana durante a Primeira Guerra Mundial, já que não renunciara à sua nacionalidade croata. Ele também sonhava incessantemente em reunir as igrejas católicas e ortodoxas e ir ao Oriente. Ele se tornou conhecido como um Apóstolo da Confissão (permanecia muitas vezes de 12 a 15 horas no confessionário) e um Apóstolo da Unidade. Ele fez uma famosa oração que é a precursora do ecumenismo de hoje.
Mandić desenvolveu um câncer no esôfago que acabaria levando-o à morte, aos 76 anos. Desmaiou, no dia 30 de julho de 1942, enquanto se preparava para a missa. Foi então levado para sua cela, onde recebeu a extrema-unção. Os frades que se reuniram em torno a sua cama começaram a cantar a Salve Regina e viram que Leopoldo morreu cantando “Ó clemente, Ó Piedosa, Ó doce sempre Virgem Maria”.
O Papa Paulo VI beatificou-o no dia 02 de maio de 1976, na Basílica de São Pedro.
Sua canonização foi ministrada pelo Papa São João Paulo II em 16 de outubro de 1983, na Praça de São Pedro.

Descubra outros santos clicando aqui
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
Frei Jorge e o cãozinho frei Carmelito
Francisco Vêneto
Humanizar os animais não é amá-los, pois desrespeita sua natureza...
5
São José e a Sagrada Família
Reportagem local
Oração a São José para nos guiar “no caminho da vida”
6
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais