Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Estilo de vida

É possível comunicar-se com os mortos? (2 de 4)

Vicente Jara - publicado em 19/03/13

Conheça mais sobre o que está por trás do espiritismo

Por que as pessoas querem se comunicar com os mortos?

Desde a Antiguidade, o fato de falar com os mortos, de qualquer maneira ou forma mágica possível (havendo múltiplas razões para fazê-lo), pode ser enquadrado em algum dos seguintes grupos, com as adequadas variações e matizes:

Em primeiro lugar, pode ser um jogo de adolescentes, sobretudo meninos, que costumam fazer esse tipo de brincadeira (especialmente ouija ou similares) como forma de afirmar-se no grupo, ser valente, ou apenas por curiosidade e vontade de penetrar âmbitos desconhecidos – o que pode supor um desafio para fortalecer sua posição dentro do grupo de amigos. Também podem fazer isso por diversão, passatempo ou curiosidade frente à morte, diante de um filme, livro ou revista em quadrinhos.

O segundo grupo é o mais frequente, pois é formado pelos que sentem necessidade de falar com um morto (que costuma ser uma pessoa afetivamente próxima, um ente querido, quase sempre um familiar). As razões podem ser variadas: saber se a pessoa está bem ou para onde ela foi; necessidade da pessoa que ficou viva de voltar a ver quem partiu; inclusive às vezes, por remorso, para pedir perdão diante de fatos não perdoados durante a vida.

O terceiro grupo é bem diferente dos anteriores. Nele, encontram-se aqueles que praticam este tipo de contato com os mortos porque desejam ter acesso a fatos desconhecidos, ao futuro ou ao que há depois da morte. O que se busca, neste caso, é adiantar-se aos acontecimentos, tentando pular legitimamente “os tempos”, querendo saber o que acontece no mais além; ou ainda, usar os mortos ou seu poder para conhecer coisas ocultas; alguns também buscam utilizar os mortos para fins de proteção pessoal ou, quase sempre, para fins maléficos, como causar dano a outras pessoas – algumas vezes para vingar-se de alguém.

Leia mais (as 4 matérias completas):

É possível comunicar-se com os mortos? (1 de 4)

É possível comunicar-se com os mortos? (2 de 4)

É possível comunicar-se com os mortos? (3 de 4)

É possível comunicar-se com os mortos? (4 de 4)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
MorteSeitas
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
SAINT JOSEPH SLEEPS
Philip Kosloski
Durma em paz com esta breve oração a São José
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia