Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 26 Fevereiro |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa Francisco: Jesus era um homem alegre!

3ptmxgv6roybm6eetjl78owxur4junuprb4iofmsqrfwpy-apsioatwcwr4nvn5q8bgoubdpwwimyhyoldkle3exlwj0.jpg

Vatican News - publicado em 03/12/13

“Não estamos acostumados a pensar em Jesus sorrindo, alegre. Mas Jesus estava cheio de alegria: cheio de alegria”, afirmou Francisco em homilia hoje

A Igreja deve ser sempre alegre como Jesus. Foi o que afirmou o Papa Francisco na Missa desta manhã na Casa Santa Marta. O Papa disse que a Igreja está chamada a transmitir a alegria do Senhor a seus filhos, uma alegria que dá a verdadeira paz.

Paz e alegria. Da primeira leitura, o Papa destacou o desejo de paz que todos nós temos. Uma paz que, segundo Isaías, seria trazida pelo Messias. Já do Evangelho, Francisco destacou a imagem do “coração alegre de Jesus”.

“Pensamos sempre em Jesus quando ele pregava, quando curava, quando caminhava, indo pelas ruas, também na Última Ceia… Mas não estamos acostumados a pensar em Jesus sorrindo, alegre. Jesus estava cheio de alegria: cheio de alegria! Na intimidade com seu Pai, exultou de alegria no Espírito Santo e louvou o seu Pai. É o mistério interior de Jesus, o da relação com o Pai no Espírito. É sua alegria interior, a alegria interior que Ele também nos dá”, afirmou Francisco.

“Esta alegria é a verdadeira paz, não uma paz estática, quieta, tranquila”, disse o Papa. “A paz cristã é alegre, porque Nosso Senhor é alegre”. E também é alegre “quando fala do Pai: ama tanto o Pai que não pode falar dele sem alegria”. Nosso Deus “é alegre”. E Jesus “quis que sua esposa, a Igreja, também fosse alegre”.

O Papa afirmou que “não se pode pensar em uma Igreja sem alegria, e a alegria da Igreja é exatamente isso: anunciar o nome de Jesus. Ele é o Senhor. Meu esposo é o Senhor. É Deus. Ele nos salva, Ele caminha conosco. Esta é a alegria da Igreja, que como esposa se converte em mãe. Paulo VI dizia: a alegria da Igreja é evangelizar, ir adiante e falar de seu Esposo. E também transmitir esta alegria aos filhos que nascem, que ela educa”. 

De acordo com o Papa, assim podemos contemplar a paz verdadeiramente alegre, uma paz de louvor, fecunda. 

Francisco afirmou que também nas coisas sérias a Igreja é alegre. Por exemplo, em sua viuvez, à espera do retorno do esposo, ela é alegre na esperança. 

“Que o Senhor nos dê esta alegria: a alegria de Jesus, louvando o Pai no Espírito. Esta alegria de nossa mãe Igreja na evangelização, no anunciar o seu Esposo”, pediu o Papa.

Tags:
FelicidadeHomiliasJesusPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia