Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Papa: a Palavra de Deus é mais que pura sabedoria

WEB-AP624236200391 – pt

AP Photo Gregorio Borgia

Vatican News - publicado em 01/09/14

"Cada vez que eu leio o Evangelho, encontro Jesus. Mas como recebo esta Palavra? Deve-se receber como se recebe Jesus"

Papa Francisco explicou hoje que a Palavra de Deus não é apenas uma palavra sábia, filosófica ou científica, ou seja, não é somente uma palavra humana.

Após a pausa de verão, o Papa retomou as suas missas diárias na Casa Santa Marta. Em sua homilia, afirmou que não se anuncia o Evangelho para convencer, pois a força da Palavra é Jesus. Comentando as leituras do dia o Papa explicou o que é a Palavra de Deus e como acolhê-la. S. Paulo recorda aos Coríntios não ter anunciado o Evangelho baseando-se em discursos persuasivos de sabedoria:

“Paulo diz: ‘Mas eu não fui ter convosco para convencer-vos com argumentos, com palavras ou mesmo com belas figuras … Não. Eu fui de outro modo, com outro estilo. Fui com a manifestação do Espírito Santo e da sua potência. Para que a vossa fé não fosse fundada na sabedoria humana, mas sob a força de Deus.’ Assim, a Palavra de Deus é uma coisa diferente, uma coisa que não é igual a uma palavra humana, a uma palavra sapiente, a uma palavra científica, a uma palavra filosófica… não: é uma outra coisa. Vem de outro modo.”

É o que acontece com Jesus quando comenta as escrituras na Sinagoga de Nazaré. Os seus conterrâneos admiram-no inicialmente mas depois enfurecem-se com Ele. Isto aconteceu – continua o Santo Padre – porque a Palavra de Deus é uma coisa diferente da palavra humana. A Palavra de Deus é o próprio Jesus e por isso é tão importante ler todos os dias uma passagem do Evangelho, para encontramos Jesus – afirmou o Papa Francisco:

“Para encontrar Jesus, porque Jesus está mesmo na sua Palavra, no seu Evangelho. Cada vez que eu leio o Evangelho, encontro Jesus. Mas como recebo esta Palavra? Deve-se receber como se recebe Jesus, ou seja com o coração aberto, com o coração humilde, com o Espírito das Bem-Aventuranças. Porque Jesus veio assim, em humildade. Veio em pobreza. Veio com a unção do Espírito Santo.”

Para recebermos a Palavra de Deus devemos revestir-nos do Espírito Santo através da unção das Bem-Aventuranças – declarou o Santo Padre, que no final da sua homilia voltou a reafirmar a necessidade de termos um pequeno Evangelho sempre connosco porque, desta forma, é Jesus Vivo que estará sempre junto de nós:

“Vai-nos fazer bem hoje, durante o dia, perguntarmo-nos: ‘Mas como é que eu recebo a Palavra de Deus? Como uma coisa interessante? Ah, o padre hoje pregou isto… que interessante! Que sábio este padre! … Ou recebo-a simplesmente porque é Jesus Vivo, a sua Palavra? E sou capaz – atenção à pergunta! – sou capaz de comprar um pequeno Evangelho – custa pouco, eh?– comprar um pequeno Evangelho e levá-lo no bolso ou na carteira e quando posso, durante o dia, ler um pequeno passo, para encontrar Jesus ali? Estas duas perguntas vão fazer-nos bem. O Senhor nos ajude.”

(Com Rádio Vaticano)

Tags:
HomiliasPapa Francisco
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia