Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 28 Setembro |
Santos Alfeu, Alexandre e Zósimo
home iconAtualidade
line break icon

A evolução não acontece por acaso, mas segue “direcionamentos internos precisos”

Brent Danley

Unione Cristiani Cattolici Razionali - publicado em 14/04/15

O darwinismo "clássico" enfrenta o peso de novas provas científicas

Stuart A. Newman, professor de Biologia do New York Medical College, explicou que o "gradualismo adaptacionista, embora ainda popular em alguns círculos científicos, é cada vez mais questionado e considerado defeituoso pelos biólogos evolucionistas que trabalham com um conjunto mais amplo de disciplinas". Isto porque "o cenário físico-genético para a origem das formas multicelulares complexas não é aberto e ilimitado", mas responde a “direcionamentos internos pré-existentes”.

Vários outros evolucionistas, já faz algum tempo, vêm reconhecendo a direcionalidade interna da evolução biológica, deixando de lado a aleatoriedade extrema elevada a divindade por certos polemistas antiteístas. Por exemplo, o zoólogo Ludovico Galleni, da Universidade de Pisa, falou de "um sinal claro da presença de determinações internas, morfológicas e/ou genéticas, que, uma vez atingida uma solução morfológica, condicionam os passos seguintes indo muito além do jogo desarticulado entre mutação e seleção" (L. Galleni em “Complessità, evoluzione, uomo”, Jaca Book 2011, pág. 162).

Em suma, o que impulsiona a evolução (incluindo a humana) não é apenas a casualidade, mas, acima de tudo, uma misteriosa direcionalidade. A célebre revista New Scientistabordou o assunto em seu último número, com repercussões na mídia em geral, relatando que, em última análise, a evolução parece cada vez menos aleatória. A revista dá a palavra ao biólogo Andreas Wagner, da Universidade de Zurique e do Instituto Santa Fe, que, há dez anos, estuda as mutações aleatórias da evolução e chegou a esta conclusão em seu livro "Arrival of the Fittest: Solving Evolution’s Greatest Puzzle?" (Current 2015): mais que de "sobrevivência do mais apto", deveríamos falar de "chegada ao mais apto". Uma chegada que não é fruto da aleatoriedade em meio a um número enorme de tentativas, mas fruto de "direcionamentos" precisos através dos quais a evolução encontra a inovação de modo mais eficiente e cada vez mais distante da casualidade.

Vêm à mente as palavras do famoso biólogo e geneticista norte-americano Richard Lewontin, quando explicou que "o segredo da evolução, ainda vastamente misterioso, reside sem dúvida em propriedades internas, na organização dos sistemas genéticos, não na seleção natural". O principal argumento da propaganda cientificista, vale salientar, é, portanto, uma crença antiquada e incorreta. "A seleção natural é o relojoeiro cego, cego porque não vê nada à sua frente, não planeja consequências, não tem nenhuma finalidade em vista", escreveu Richard Dawkins em 1996. Eram declarações anacrônicas já naquela época.

Mas, ainda que Dawkins estivesse certo, onde estaria o problema se a evolução biológica não fosse teleológica? Não haveria problema, explica o filósofo alemão Robert Spaemann, da Ludwig-Maximilians-Universität de Munique: "Não é necessário que o processo evolutivo seja compreendido como um processo teleológico, ou seja, que o gerador da novidade não seja o acaso. O que do ponto de vista da ciência natural é acaso, pode ser intenção divina tanto quanto aquilo que é reconhecível por nós como um processo orientado a um fim. Deus age tanto através do acaso quanto através de leis naturais" (R. Spaemann, "Dio oggi. Con Lui o senza Lui cambia tutto", Cantagalli 2010, pág.75).

Tags:
Virtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
2
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
3
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
4
Caio Batista, jovem ex-protestante que se tornou católico
Reportagem local
Carta de jovem ex-protestante repercute nas redes: “Sim, eu me to...
5
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
6
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
7
Irmã Cecilia
Reportagem local
Quem sorri assim no momento da morte?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia