Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 04 Agosto |
São João Maria Vianney
home iconCultura e Viagem
line break icon

Em breve será possível visitar novamente o Santo Sepulcro de Cristo em Jerusalém

AFP PHOTO / GALI TIBBON

Foto tirada em 25 de fevereiro de 2017 na Basílica do Santo Sepulcro na cidade velha de Jerusalém mostra a Edícula depois que membros da Universidade Técnica de Atenas removeram as vigas de aço nas quais o santuário foi sustentado nos últimos 70 anos. (AFP PHOTO / GALI TIBBON)

ACI Digital - publicado em 13/03/17

Um dos lugares mais importantes para o Cristianismo passou por uma restauração

A partir de 22 de março, os peregrinos que desejarem poderão visitar a tumba de Cristo na Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém.

A tumba se encontra em um pequeno templo conhecido como Edícula, construído no interior da Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém. A restauração dessa construção similar a uma capela era inadiável se quisessem conservar o lugar mais importante da cristandade.

O lugar no qual foi depositado o corpo de Cristo depois da crucificação estava em más condições como consequência de uma série de movimentos sísmicos em 1927 e pela falta dos trabalhos necessários de manutenção durante décadas.

Em maio de 2016, começaram as obras de restauração com grande interesse midiático, pois, pela primeira vez ia se revelar a laje de pedra sobre a qual repousou o corpo de Cristo antes da ressurreição.

Dentro de poucos dias os fiéis poderão ir novamente rezar diante do Santo Sepulcro.

Desde 1947, a situação da Edícula era grave. Seus sérias deficiências estruturais obrigaram as autoridades britânicas, que naquela época controlavam Jerusalém e Palestina, a instalar vigas de aço para evitar o desmoronamento. Agora, finalizada a restauração, essas vigas foram retiradas.

A atuação dos restauradores permitiu a consolidação do conjunto, incluindo medidas para evitar possíveis danos causados por movimentos sísmicos e fortes terremotos.

Uma vez finalizadas as complicadas obras de consolidação da estrutura, os trabalhos de restauração irão se concentrar no interior da tumba: falta instalar o novo sistema de ventilação, mudar o teto e limpar todo o interior.

A Edícula foi construída em 1801, depois que um incêndio destruiu a estrutura anterior. As últimas obras de restauração realizadas em 1974 foram frustradas pela falta de acordo entre as três comunidades cristãs que têm a soberania sobre a Basílica do Santo Sepulcro: ortodoxa, armênia e católica.

O status quo da Basílica obriga que qualquer obra ou mudança deva ter o acordo dessas três comunidades cristãs, algo que nem sempre é possível.

Nesse sentido, espera-se que a solene reabertura da Tumba de Cristo em 22 de março seja um importante evento ecumênico.

Entretanto, embora as intervenções mais urgentes tenham sido realizadas com êxito, para que a restauração seja duradoura, serão necessários novos trabalhos que permitam eliminar a humidade do solo sobre o que está construída a Edícula.

Para isso, será necessário um novo consenso entre todas as comunidades cristãs da Basílica.

A Basílica do Santo Sepulcro é um templo construído pelos Cruzados em Jerusalém no século XII, sobre as ruínas de uma basílica anterior erguida pelo imperador Constantino e destruída pelos muçulmanos no ano 1009. Em seu interior se conserva tanto o Santo Sepulcro como o lugar da Crucificação.

via ACI Digital

Tags:
Terra Santa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
5
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia