Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 28 Setembro |
Santos Alfeu, Alexandre e Zósimo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

A devastadora confissão de um ex-mega-astro pornô: a pornografia destruiu a minha vida

Captura de Tela - YouTube

Aleteia Brasil - publicado em 17/03/17

"Era sexo por dinheiro. Eu era um prostituto. Eu tinha que fazer pornô para comprar drogas para suportar a dor de fazer filmes pornográficos"

No começo, a ideia pareceu arriscada: fazer “trabalhos com nudez“, como a sua agente tinha sugerido, acabaria no fim das contas destruindo a sua carreira.

Mas a greve de roteiristas em Hollywood causou uma grave crise entre os trabalhadores da indústria do cinema. Muita gente perdeu o emprego e se viu sem dinheiro até para comer.

Quando a fome apertou, ele cedeu.

E uma parte da consciência, domesticada, tentou suavizar as coisas diante daquelas primeiras quatro notas de 100 dólares, recebidas depois do seu primeiro filme: “Foi fácil“.

Outra parte da consciência, porém, ainda lúcida, se questionava: “O que foi que eu fiz?

Essa parte viva da consciência foi sendo calada. Relegada.

E ele se tornou o mais popular e conhecido astro masculino da indústria da pornografia. Ganhou dinheiro. Fama. Prêmios.

Mas aquela parte da consciência ainda lúcida, mesmo forçada a se calar, persistia.

Persistia, no meio da confusão, da penumbra, da escuridão.

“Eu não sabia o que era amor”.

“Eu não sabia se poderia sentir amor novamente”.

“Eu olhava para as mulheres como objetos”.

“Fazer amor? O que é fazer amor? Era sexo por dinheiro. Eu era um prostituto”.

“Eu não sentia mais nada”.

“Eu tinha que ir trabalhar, fazer pornô para comprar drogas para suportar a dor de fazer filmes pornográficos”.

“E de novo… e de novo…”.

Até que, um dia, ele não suportou mais e explodiu em um pranto que começou finalmente a mudar tudo.

Ele mesmo desabafa neste vídeo impactante. Veja. Compartilhe. Não caia na armadilha da pornografia. Ela não é inócua. Ela destrói pessoas.

Tags:
AmorDepressãoPornografia
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Claudio de Castro
O Purgatório e o misterioso alarme das 3 da manhã
2
Broken Mary
Reportagem local
Nasce (e cresce) nos EUA a inspiradora devoção a “Nossa Senhora D...
3
Maria Paola Daud
O dia em que Nossa Senhora parou a lava do vulcão Etna
4
Caio Batista, jovem ex-protestante que se tornou católico
Reportagem local
Carta de jovem ex-protestante repercute nas redes: “Sim, eu me to...
5
Vulcão Cumbre Vieja
Violeta Tejera
Vulcão Cumbre Vieja obriga pároco a evacuar capela às pressas
6
Santa Missa
Reportagem local
Quanto tempo devemos chegar antes da Missa?
7
Irmã Cecilia
Reportagem local
Quem sorri assim no momento da morte?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia