Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Agosto |
Santo Eônio
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Chega às telas a epopeia do genocídio contra os cristãos armênios

WEB3-LA PROMESA-THE PROMISE-FILM-2016-Open Road Films

Open Road Films

La Promesa (2016)

Reportagem local - publicado em 07/06/17

A barbárie, ainda não reconhecida pelo governo turco, é exposta ao público num filme que recorda os grandes clássicos

Há elementos no filme “A Promessa” (2016) que nos fazem recordar grandes epopeias cinematográficas que há muito tempo não víamos nas telas.

Dirigida por Terry George, a história começa em 1914, pouco antes que o Império Otomano entrasse na Primeira Guerra Mundial. O filme relata o poucas vezes abordado genocídio armênio, perpetrado pelos otomanos e negado até hoje pelo governo da República da Turquia, substituta do antigo império.

O filme foca principalmente em três personagens: Michael (Oscar Isaac), um jovem armênio que chega a Constantinopla para estudar medicina depois de deixar a sua noiva, Maral (Angela Sarafyan). Na capital, ele conhece outra jovem armênia, Ana (Charlotte Le Bon), companheira do jornalista norte-americano Chris (Christian Bale). Quando explode a guerra, também começa a grande odisseia dos personagens.

A primorosa produção do filme, rodado em sua maior parte entre a Espanha e Portugal, apresenta imagens impressionantes, com soluções visuais de grande inteligência, apoiadas pela fotografia de Javier Aguirresarobe.

Mas não se trata apenas de uma superprodução em termos de investimento. O filme é grandioso principalmente na intenção de relatar o terror desse genocídio a partir da vida concreta dos personagens ao redor dos quais ocorre a barbárie.

A Promessa” tem início num ambiente aparentemente aprazível, mas, quando começa o conflito bélico, a narração vai endurecendo até mostrar o massacre dos cristãos armênios em toda a sua crueza – principalmente por meio de Michael, sobre quem recai uma tragédia descomunal que, no entanto, não o impede de continuar lutando.

Embora contenha elementos de chamariz comercial e apele à emotividade e à empatia do espectador, o filme não se furta a denunciar a brutalidade do genocídio. Espetáculo cinematográfico ao estilo das clássicas epopeias, ele consegue, ao mesmo tempo, oferecer profundidade.

Confira o trailer:




Leia também:
Armênia: a crônica de um genocídio

Tags:
CinemaHistóriaPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia