Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Minoria quer silenciar a fé de torcedores do Fortaleza Esporte Clube

Compartilhar

Blog cearense destaca a fé cristã da maioria dos atletas do time e questiona o "direito" de alguns de impedir a manifestação religiosa de quase todos os outros

O blog Ancoradouro, do jornal cearense O Povo, relatou que uma minoria de torcedores do Fortaleza Esporte Clube resolveu problematizar a já antiga relação cultural entre fé e futebol nos estádios brasileiros. Essa minoria, de acordo com o blog, se posicionou contra a iniciativa da torcida de cantar o hino de São Francisco e de expor o mosaico “Glória a Deus” nas arquibancadas do estádio Castelão numa partida recente.

O blog observa que a maioria do time e da torcida é formada por pessoas de fé cristã, havendo por isso padres e pastores que dão acompanhamento espiritual aos atletas e que celebram com eles missas e cultos ao longo de todo o ano. O texto também recorda que muitos jogadores fazem o Sinal da Cruz, usam algum símbolo religioso e manifestam a sua fé de modo livre, espontâneo e público.

No tocante à minoria que resolveu que nada disso é aceitável, o blog é contundente:

“É hora de os torcedores que não concordam que este punhado de gente defenderem seu time e a livre manifestação religiosa”.

De fato, é no mínimo “peculiar” que, em nome da “liberdade” de alguns, se pretenda coibir a liberdade dos outros.