Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por que o chocolate é um símbolo apropriado para a Páscoa?

CHOCOLATE,EASTER,BUNNY,LITTLE,GIRL
Shutterstock
Compartilhar

Comece agora a fazer o seu estoque...

Quem me conhece sabe que eu tenho o paladar voltado para os doces – e ainda mais afinado para o chocolate. Costumo dizer: “traga-me uma barra de chocolate e você conquistará a minha confiança”.

Para mim, uma das muitas bênçãos de viajar sempre pela Europa é estar num continente que leva a sério o chocolate.

É por isso que eu fiquei agradavelmente chocado quando encontrei um belo artigo de Sara Maitland no The Tablet. No texto, ela faz uma dissecção espiritual do chocolate como eu nunca tinha lido antes. Eu devo agradecê-la por combinar duas coisas que eu amo muito: chocolate e catolicismo.

Pois bem, quando chega a Páscoa, a gente sempre encontra lojas abastecidas com ovos e coelhos de chocolate de diferentes tamanhos. E quando observamos como o chocolate é feito, lembramos o verdadeiro significado da data.

“Na Páscoa, Deus nos dá seu maior presente e, portanto, celebrar essa alegria com o chocolate é totalmente apropriado. O chocolate é fruto da terra e do trabalho das mãos humanas. A transformação do cacau natural em chocolate comestível é um processo complicado e laborioso, que envolve fermentação, secagem, limpeza, torrefação, moagem e aquecimento.”- Sara Maitland, The Tablet (22 de abril de 2017)

O processo de produção do chocolate, portanto, nos lembra o suor e as lágrimas de Jesus durante sua paixão e morte. Uma semente deve cair na terra e morrer antes que ela produza seus frutos. É o mesmo com a semente de cacau.

Já reparou como a Páscoa altera nosso humor. Nós fomos discretos, introspectivos e arrependidos durante a Quaresma. Mas, na Páscoa, nossa alegria explode ao receber a Boa Nova da vitória do nosso Salvador sobre o pecado e a morte. O chocolate também melhora nosso humor. Não me deixe lembrar de todos aqueles momentos em que você devorou uma barra de chocolate naqueles momentos emocionais difíceis! Sim, eu também já fiz isso…Ele levanta nossos espíritos e nos faz sentir bem; tira parte da dor e nos traz conforto …

Além disso, o chocolate é excepcionalmente “moldável” – pode ganhar muitas formas e sabores diferentes. Como a graça viva de Deus derramada em nossos corações, ele pode ser “diferente” para cada pessoa. Existem formatos e sabores para crianças e adultos mais sofisticados. Essa adaptação individual às necessidade e desejos mostra como Deus age de maneira diferente em cada um de nós. Ele é generoso e sensível. Não existe uma fórmula rígida para todos.

O cacau bruto é extremamente amargo, como o vinagre que ofereceram a Jesus na Cruz. É somente através de um longo e laborioso processo que se torna doce. O grão deve ser recolhido (preso), seco, descascado e moído (flagelado e crucificado), fermentado (colocado na sepultura) e, depois, transformado em doçura e alegria (ressurreição).

É por isso que o chocolate é um símbolo apropriado para a Páscoa. Então, da próxima vez que você quiser um pedaço de chocolate, não se sinta culpado. Lembre-se do grande amor que Deus tem para você. “Oh, provai e vede como o Senhor é bom”.

Ou, como diz a famosa frase de Forrest Gump, “A vida é uma caixa de chocolates”.

P.S.: Sim, este artigo foi escrito no momento em que eu estava sob o efeito de chocolate.