Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 26 Novembro |
São Silvestre Guzzolini
home iconReligião
line break icon

Um cristão acredita em reencarnação?

Katrina-Jane

Aleteia Vaticano - publicado em 01/04/18

Mas a Bíblia é clara para aqueles que acreditam na revelação judaico-cristã:

“Muitos daqueles que dormem no pó da terra despertarão, uns para uma vida eterna, outros para a ignomínia, a infâmia eterna. Os que tiverem sido inteligentes fulgirão como o brilho do firmamento, e os que tiverem introduzido muitos nos caminhos da justiça luzirão como as estrelas, com um perpétuo resplendor” (Daniel 12,2-3).

“Estando quase a expirar, falou: ‘Tu, ó malvado, nos tiras da vida presente. Mas o rei do universo nos fará ressurgir para uma vida eterna, a nós que morremos por suas leis!'” (2 Macabeus 7,9)

“De fato, se ele não tivesse esperança na ressurreição dos que tinham morrido na batalha, seria supérfluo e vão orar pelos mortos” (2 Macabeus 12,44).

“As almas dos justos, porém, estão na mão de Deus, e nenhum tormento os atingirá. Aos olhos dos insensatos parecem ter morrido; sua saída do mundo foi considerada uma desgraça e sua partida do meio de nós, uma destruição, mas eles estão na paz” (Sabedoria, 3,1-3).

“Está determinado que os homens morram uma só vez, e depois vem o julgamento” (Hebreus 9, 27).

O próprio São Paulo afirma que, se Cristo ressuscitou, todos nós ressuscitaremos, e a fé cristã está apoiada na ressurreição de Cristo (cf. 1 Cor 15). Ao ler este capítulo da 1ª Carta aos Coríntios, é evidente que a nossa ressurreição é como a de Jesus Cristo, razão pela qual há uma vida nova e definitiva, não um passeio por diversos corpos.

O Catecismo da Igreja Católica ensina:

“Na morte, Deus chama o homem a Si. É por isso que o cristão pode experimentar, em relação à morte, um desejo semelhante ao de S. Paulo: ‘Desejaria partir e estar com Cristo’ (Fl 1, 23). (…)

A morte é o fim da peregrinação terrena do homem, do tempo de graça e misericórdia que Deus lhe oferece para realizar a sua vida terrena segundo o plano divino e para decidir o seu destino último. Quando acabar ‘a nossa vida sobre a terra, que é só uma’, não voltaremos a outras vidas terrenas. ‘Os homens morrem uma só vez (Heb 9, 27). Não existe ‘reencarnação’ depois da morte.” (CIC 1011-1013).

A Igreja sempre acreditou que depois da morte vem o juízo, o encontro com Deus.

“Nós cremos e esperamos firmemente que, tal como Cristo ressuscitou verdadeiramente dos mortos e vive para sempre, assim também os justos, depois da morte, viverão para sempre com Cristo ressuscitado, e que Ele os ressuscitará no último dia (…).

Crer na ressurreição dos mortos foi, desde o princípio, um elemento essencial da fé cristã. ‘A ressurreição dos mortos é a fé dos cristãos: é por crer nela que somos cristãos'” (CIC 989-991).

A Palavra de Deus ensina que esta é a única vida terrena decisiva, e o destino do homem é decidido irreversivelmente nesta existência.

Além disso, a crença na reencarnação também nega a necessidade de salvação, já que cada um salvaria a si mesmo, em um caminho de superação individual de causa-efeito. No entanto, na fé cristã acreditamos que somos salvos gratuitamente por Deus, que Jesus Cristo carregou os nossos pecados, nos dá seu perdão e a vida eterna.

Para a fé cristã, fica excluída toda concepção cíclica do mundo, pois o homem tem uma história única diante de Deus, já que Deus o criou e amou como ser único e singular.

A manifestação gloriosa de Jesus Cristo no final dos tempos é o ponto final da história; para a nossa fé, não existe um ciclo interminável de histórias.

A reencarnação se opõe diretamente às crenças fundamentais e centrais da fé cristã, não é algo secundário. Santo Agostinho, em “Cidade de Deus”, escreve claramente qual é o destino do cristão depois da morte: “Cristo morreu uma só vez pelos nossos pecados; ressuscitado dentre os mortos, já não morre mais e a morte não tem domínio sobre Ele. Também nós, depois da ressurreição, estaremos sempre com o Senhor a quem agora dizemos no salmo: Tu, Senhor, nos guardarás e nos protegerás desde esta geração eternamente”.

  • 1
  • 2
  • 3
Tags:
DoutrinaIgrejaRessurreiçãoSeitas
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
pildorasdefe.net
Por que você não vai para frente? Talvez este...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Confissão não é para contar problemas, mas para contar pecados
Pe. Gabriel Vila Verde
Confissão não é para contar problemas, mas pa...
RED WEDNESDAY
Reportagem local
Perseguição aos cristãos no mundo é denunciad...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia