Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Você está pronta para ter um bebê? Faça estas 5 perguntas

COUPLE SITTING,HOLDING HANDS
Heidy Sequera I Unsplash
Compartilhar

Use este guia quando estiver conversando com seu cônjuge sobre como iniciar uma família

Se há um momento na vida em que as coisas mudam irreversivelmente para um casal, é certamente o dia em que uma criança chega. Tudo é novo: agenda, responsabilidades, ritmo, prioridades. É um momento emocionante e importante, mas também pode ser marcado por dúvidas e incertezas. Muitos casais católicos usam o planejamento familiar natural no início de seu casamento para adiar a paternidade até que possam proporcionar as condições necessárias (financeiras, profissionais etc.) para trazer vida nova ao mundo.

Mas como um casal sabe se está preparado para este grande evento de mudança de vida? Existem sinais que indicam maturidade? Bem, se você conversar com alguns pais, eles lhe dirão que você nunca está realmente pronto. Se você esperar até estar perfeitamente preparado, nunca terá a alegria de receber crianças em sua vida, o que é um dos dons profundos do casamento. No entanto, aqui estão algumas perguntas que irão ajudá-los a abordar o assunto com sabedoria e discernimento…

Vocês dois desejam filhos?

Esta é uma questão que um casal precisa perguntar antes mesmo de se casar. O terapeuta Jean-Mary Jackson diz que é útil se perguntar por que você quer um filho. Você se sente pressionada por normas sociais ou por seu relógio biológico? Ser mãe ou pai parece um chamado? Lucie Schaffner insiste que ambos os parceiros devem estar alinhados. Ter um filho é uma parceria de duas pessoas, e mais ainda quando a família cresce.

Você está animado com a perspectiva?

Será que apenas pensar em ter um bebê te faz feliz? Isso é um bom sinal! Se o pensamento lhe enche de antecipação alegre e você não pode deixar de sorrir, você pode estar se aproximando do momento perfeito para começar uma família. Mesmo com desafios ou possíveis obstáculos financeiros, logísticos ou médicos… você pode se considerar mentalmente pronta se o desejo estiver lá.

Esteja ciente, no entanto, da diferença entre um sonho e um projeto. Os sonhos não têm concretude, mas ao assumir um projeto, vários aspectos importantes devem ser levados em conta. Quando você tem o parceiro certo e está confiante de que, juntos, vocês podem oferecer a um filho o que ele precisar, as condições mais importantes estão em vigor.

Por que você está hesitando? 

Mesmo se você quiser um filho, o pensamento ainda pode deixá-la um pouco aterrorizada. Dúvidas e incertezas estão fadadas a surgir. “Eu serei capaz de fazer isso? E se eu não estiver pronta para o desafio?”. Essas preocupações são completamente normais. Na verdade, elas são um testemunho do seu desejo de fazer a coisa certa. Se a perspectiva de ter um filho te assusta um pouco, tente identificar suas incertezas e procure maneiras de resolvê-las. Se você não vê nenhum obstáculo significativo, dê tempo a si mesmo e siga seus instintos. Nunca há um momento perfeito, mas alguns momentos são mais oportunos que outros. Para conceber e receber uma criança, é melhor estar em um estado mental positivo. Preocupações sobre as mudanças que isso trará à sua vida são totalmente legítimas e justificadas, especialmente se você se casou mais tarde ou não teve nenhuma experiência anterior com crianças.   

Você tem mais amor para dar?

Não nos esqueçamos de que, acima de tudo, uma criança é uma dádiva de Deus: “Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá” (Salmos 127,3). Quando você sente em seu coração que está pronto para amar e cuidar de uma criança, você já está se preparando para essa aventura. Além do mais, se aqueles ao seu redor veem você como uma pessoa amorosa que seria uma boa mãe, confie nisso. Acima de tudo, uma criança precisa de amor. Se você se sentir pronta para dar amor, você está no caminho certo.

Você pode dizer: “O que é mais um?”

Os profissionais entrevistados para este artigo acreditam unanimemente que as principais considerações são as mesmas, se você está apenas começando uma família ou pensando em ter mais filhos. 

Maria, mãe de três filhos, diz que a maior mudança acontece com o primeiro filho, e não quando outras crianças se juntam à família. Questões de responsabilidades e finanças podem permanecer, mas considerar outra criança é menos assustador, já que os pais sabem o que esperar. Alguns dizem: “quando há espaço para dois, há espaço para três!”. É claro que cada situação familiar é diferente e o discernimento é fundamental.

A principal coisa a lembrar é que as crianças são um grande dom para o casamento e quando ambos os cônjuges estão se comunicando um com o outro e prontos para entrar juntos, nunca há realmente um momento “ruim” para ter um filho.