Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Atualidade

Igreja socorre vítimas do vulcão na Guatemala: possibilidade é de 3 mil mortos

Volcan de Fuego

Wikimedia Commons / Polícia Nacional da Guatemala

Reportagem local - publicado em 05/06/18

Cerca de 70 mortes foram confirmadas, mas as previsões mais pessimistas estimam que o número pode chegar a estarrecedores 3 mil

Já são 70 as vítimas fatais e quase 2 milhões os afetados pela poderosa erupção do Vulcão de Fogo (“Volcán de Fuego”), na Guatemala, que, com mais de 3.700 metros de altura, fica a menos de 20 quilômetros de um dos principais destinos turísticos do país, a cidade de La Antigua, que foi a primeira capital guatemalteca.

A repentina erupção noturna entre domingo e segunda-feira lançou gás, fumaça e cinzas na atmosfera. Em seguida, as cinzas se precipitaram sobre áreas densamente povoadas, criando um efeito semelhante ao de Pompeia, há quase 2.000 anos – uma das tragédias vulcânicas mais famosas da história. Algumas localidades foram virtualmente enterradas pelas cinzas.

O Vulcão de Fogo é conhecido por sua atividade do tipo estromboliana, em que as erupções se caracterizam pela ejeção de cinzas e partículas incandescentes, frequentemente acompanhadas por bombas vulcânicas, materiais que são projetados a dezenas ou até centenas de metros de altura. Também são frequentes as fontes de lava nas fases mais efusivas. O fenômeno que está acontecendo agora é o mais sério nesta parte do país em pelo menos quatro décadas.

Imediata mobilização da Igreja

A diocese de Escuintla, a mais afetada pelo desastre, emitiu ontem uma nota de apelo assinada pelo bispo dom Victor Hugo Palma Paúl:

“Pedimos às autoridades governamentais locais e nacionais para continuarem a fornecer os serviços que lhes cabem. Em muitos casos, encontramos prontidão e compromisso civil. É importante não ficar no meio do caminho e prestar atenção às milhares e milhares de pessoas afetadas em Escuintla, Chimaltenengo y Secatepéquez”.

Além de instar o governo a fazer a sua parte, a Igreja está fazendo a dela. Através das paróquias e da Cáritas, a prioridade é o atendimento àqueles que perderam suas casas e ficaram repentinamente sem abrigo. Três centros de acolhimento foram criados rapidamente em três paróquias.

A sede da Cáritas em Escuintla é referência de “centro de coleta de medicamentos, roupas e alimentos e, especialmente, de água potável”, o produto de maior necessidade no momento. Uma coleta será realizada em todas as paróquias da diocese neste domingo, 10 de junho. Dom Palma acrescenta sobre a gravidade da situação:

“A área afetada na região de Escuintla, especialmente as localidades de Los Lotes e El Rodeo, bem como outros pequenos povoados, é densamente habitada por agricultores, pequenos proprietários de terras, cafeicultores, cultivadores de hortaliças e frutas. A densidade populacional favoreceu a gravidade da catástrofe”.

3 mil pessoas podem ter morrido na pior erupção em 44 anos

O resgate ainda não conseguiu chegar às áreas mais povoadas. Existe o medo de que a tragédia ocorrida seja sem proporções. Segundo Mario Arévalo, secretário executivo da Cáritas da Guatemala, o pior cenário com que se trabalha prevê que o número de vítimas pode chegar a arrepiantes 3 mil.

Arévalo comenta:

“Há 44 anos que o Vulcão de Fogo não causava danos tão sérios. A extensão dos danos não é quantificável neste momento. Há tantas pessoas desaparecidas e, como as autoridades estabeleceram três linhas de segurança, não é possível alcançarmos as áreas mais povoadas. Atualmente, o número provisório é de cerca de 70 vítimas, mas alguns especialistas temem que haja 3 mil pessoas sob as cinzas”.“Como Cáritas da Guatemala, em coordenação com a Cáritas diocesana, estamos trabalhando para coletar alimentos e organizar pessoas em hotéis e centros de recepção. As pessoas afetadas são 1 milhão e 700 mil, um número que pode aumentar. Há também sérios danos à infraestrutura pública, especialmente estradas e pontes. Por isso as comunicações são muito difíceis”.

Apelo a todas as pessoas de boa vontade

Arévalo acrescenta:

“Infelizmente, no governo, falta uma estrutura para lidar com as emergências e o risco é que ninguém pense nas pessoas afetadas pela catástrofe. Na Cáritas, precisamos pensar tanto na emergência imediata quanto olhar para o médio prazo. Por esta razão, também apelo às Cáritas europeias e a todas as pessoas de boa vontade”.

_________

Com informações da Agência SIR via Vatican News

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia