Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 17 Abril |
Santa Catarina Tekakwitha
home iconEstilo de vida
line break icon

Pessoas com deficiência finalmente podem ser representadas em emojis

APPLE;DISABILITIES;EMOJIS

Twitter Moments via Twitter | Fair Use

Sophia Swinford - publicado em 22/07/18

As novas adições propostas pela Apple podem aumentar a visibilidade para grupos minoritários

Há um emoji para tudo… ou assim pensamos. O uso de emojis para comunicar nossas vidas e experiências se tornou tão presente em nossa cultura nos últimos anos que se tornou também um novo campo de batalha para a defesa de direitos, com muitos aproveitando a oportunidade para aumentar a conscientização sobre a diversidade.

Sucessos anteriores incluíram o novo emoji de amamentação, bem como um retratando uma mulher em um hijab. Agora, a Apple apresentou uma proposta de inclusão para as deficiências. Os novos emojis apresentam cães de serviço, aparelhos auditivos e auxiliares de mobilidade, incluindo cadeiras de rodas manuais e mecanizadas.

“Adicionar emojis emblemáticos às experiências de vida dos usuários ajuda a promover uma cultura diversificada que inclui a deficiência”, explicou a proposta. Embora alguns defensores possam rapidamente questionar como isso afetará as pessoas com deficiências invisíveis, sugestões para resolver esse problema já estão na mesa.

Um emoji de cão de serviço foi proposto para representar transtornos convulsivos, TEPT (Transtorno do estresse pós-traumático), autismo e muito mais. Embora muitos não estejam cientes de que os cães de serviço podem ajudar pessoas com esse tipo de deficiência, essa decisão pode ajudar a aumentar a conscientização e a compreensão.

Os emojis foram desenvolvidos através da cooperação de vários grupos de defesa da deficiência, como o Conselho Americano de Cegos, a Fundação de Paralisia Cerebral e a Associação Nacional dos Surdos. Parece que medidas significativas foram tomadas para garantir que as imagens sejam respeitosas e inclusivas em relação à diversidade que existe dentro dessas comunidades também. E o aumento da conscientização provavelmente despertará mais conversas e educação em torno de todos os tipos de deficiência.

Tags:
DoençamidiaRedes sociais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
Frei Jorge e o cãozinho frei Carmelito
Francisco Vêneto
Humanizar os animais não é amá-los, pois desrespeita sua natureza...
7
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia