Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

A fé que a caverna revela e a montanha que preciso mover

Compartilhe este artigo para ter a chance de ganhar uma peregrinação a Roma
Compartilhar
Compartilhei
Compartilhamentos

A pergunta que não quer calar é: em que "caverna" você está presa(o)?

Hoje a pergunta que não quer calar é essa: em que “caverna” você está presa(o)?

Qual a sua perspectiva de sair da caverna?

As crianças da Tailândia nos dão uma verdadeira lição de vida. Não importa quão escura, úmida, inundada e estreita esteja a caverna quando a nossa mente e coração estão alinhados com um só propósito: o de sair da caverna.

A mente tranquila, aquecida pela gratidão de estar vivo, transborda de amor e permite o coração bombear o sangue normalmente, cumprindo assim as funções necessárias para manter o corpo saudável enquanto o socorro vem.

E de onde me virá o socorro?

O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra. Daquele que conhece o segredo da montanha. Do arquiteto que fez a planta, esse sabe todas as saídas. Porém, precisamos confiar naquele que sabe o caminho.

Os meninos pareciam saber que o importante era manter a paz no meio do caos. A aparência tranquila deles me deixava acreditar cada vez mais no milagre existente dentro de nós: o autoconhecimento.

Perceba que a Tailândia tem como princípio o amor pela vida. A vida é mais importante que qualquer outra coisa. Então era perceptível que aqueles meninos, com um rostinho sereno e tranquilo, me ensinavam a orar por eles.

Certamente, as pessoas fora da caverna estavam mais aflitas que eles. Eles sabiam, apesar da pouca idade, dos perigos existentes. Mas a paz que brota da incerteza é mais forte do que a ameaça mais poderosa do mundo.

Hoje estou em paz, hoje eu descobri que o arquiteto do universo sabe o caminho para me tirar da caverna. E a minha sugestão é manter a calma diante de todos os desafios diários.

As mães dos meninos pareciam confiar mais do que os meninos, não ouvi falar em mãe desmaiando e gritando blasfêmia.

Uma cena me veio à mente: Maria, Mãe de Jesus, de pé junto da Cruz.

São tantas lições, tantas outras percepções sobre o assunto em questão! Hoje quero ficar com uma grande verdade. “Aqueles que não duvidam, no coração e na mente, podem sim transportar montanhas de lugar”.

Um mundo todo está ajudando a transportar essa montanha que já devolveu todos os meninos de fé para suas mães temporárias.

A lição ficou para aqueles que querem encontrar a paz. Busque o autodomínio, o controle de si mesmo. Essa é a arma mais poderosa para a conquista da vitória!!!!

Conhecer a si mesmo é manter o controle, mesmo que pareça não existir saída. Deixe que o seu coração bombeie sangue suficiente para manter sua mente irrigada. A mente irrigada é saudável e tem bons pensamentos. Deseje a vida. O coração é o sacrário do Espírito Santo, deseje coisas boas e coisas boas acontecerão.

O Espírito Santo conta as histórias que você quiser ouvir. Converse com ele enquanto estiver na caverna. Qual a montanha que precisamos transportar de lugar?

(Rosy França, consultora e treinadora em Alinhamento Empresarial e Pessoal. Texto publicado em 9 de julho. Via WhatsApp)

Selecione como você gostaria de compartilhar.

Compartilhar
* O crédito para artigos compartilhados será fornecido somente quando o destinatário do seu artigo compartilhado clicar no URL de referência exclusivo.
Clique aqui para mais informações sobre o Sorteio da Aleteia de uma Peregrinação a Roma

Para participar do Sorteio, você precisa aceitar os Termos a seguir


Ler os Termos e Condições