Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 03 Agosto |
São Martinho, Eremita
home iconEstilo de vida
line break icon

Como usar o estresse para melhorar sua saúde

WOMAN,POWER,WALK

Shutterstock

Calah Alexander - publicado em 16/08/18

Acontece que há apenas uma condição em que o estresse pode prejudicá-lo

O estresse é parte da vida, mas parece ser uma parte cada vez mais desproporcional da vida moderna.

Parte disso, sem dúvida, é conectividade – na era dos telefones celulares, não há como deixar o trabalho no escritório.

Mas outra parte é nosso foco desproporcional no estresse em si… particularmente no impacto negativo que tem sobre a nossa saúde.

“O estresse irá matá-lo” é amplamente aceito como a verdade do evangelho, de modo que inúmeras formas de vencer o estresse são vendidas em todos os lugares, desde comerciais até seu feed de notícias do Facebook.

Mas e se o estresse realmente não te matar? E se o estresse não tiver impacto mensurável na sua saúde, a menos que você acredite?

De acordo com o New York Times, um estudo de 2012 da Universidade de Wisconsin-Madison descobriu que ter muito estresse em sua vida não estava relacionado à morte prematura.

Mas ter muito estresse em sua vida e acreditar que isso estava afetando sua saúde aumentou o risco de morte prematura em 43%. Acontece que quando se trata de estresse, o efeito que isso terá está tudo na sua cabeça.

“Com o estresse, a mente e o corpo estão intrinsecamente ligados. Você pode ver o estresse como algo que está causando estragos em seu corpo (e isso pode causar) ou como algo que está lhe dando força e energia para superar a adversidade…

A psicóloga de Stanford Kelly McGonigal tem sido uma campeã em repensar o estresse, observando que a abordagem certa pode torná-lo mais inteligente e mais forte.

“O que aprendi com os estudos, pesquisas e conversas realmente mudou a maneira como penso o estresse’” escreveu McGonigal em seu livro The Upside of Stress: Why Stress Is Good for You, and How to Get Good at It. “A melhor maneira de gerenciar o estresse não é reduzir ou evitá-lo, mas sim repensar e até mesmo abraçá-lo”.

O estresse é uma resposta biológica destinada a ajudar nosso corpo a se preparar para o desafio à frente.

O pico de adrenalina, o aumento da respiração e a frequência cardíaca mais rápida são formas como nossos corpos se mobilizam para melhorar nosso tempo de reação, limpar nosso pensamento e preparar nossos músculos para se mover.

Isso é realmente útil em uma situação de exigência física. Por exemplo, o breve momento de estresse que sinto antes de uma competição costumava me assustar, mas percebi que é uma parte essencial da preparação da mente e do corpo para responderem bem. Se eu ficar excessivamente confiante e não experimentar essa sacudida de estresse, inevitavelmente perco a competição fazendo erros tolos.

Mas em uma situação mental, a sacudida do estresse pode parecer uma desvantagem. É difícil manter a calma em uma situação emocionalmente carregada quando seu coração está acelerado, e o estresse pode te ajudar a perder o controle.

Mas essa mesma resposta ao estresse também acelera seu pensamento e pode lhe dar o espaço mental para aceitar o estresse, respirar profundamente e pensar com clareza. Você só tem que abraçar o estresse que está sentindo e usá-lo para lhe dar a vantagem para a qual está destinado.

Ao abraçar o estresse e usá-lo em sua vantagem, você não apenas achará que está respondendo melhor a todos os estressores diários da vida, mas você também se livrará das consequências negativas para a saúde associadas ao estresse.

Você não pode controlar o que te estressa, mas você pode – e deve – controlar como você lida com esse estresse.

Tags:
Bem estarEstresseSaúde
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
4
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia