Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A medicina do carinho

Compartilhar

Um gesto que vai além da obrigação: médica canta pra idosa doente e ela acompanha. Assista!

O carinho de uma médica com sua paciente idosa, de 92 anos, é comovente… e rendeu frutos. O vídeo em que a clínica geral Luciana Nogueira aparece cantando para a vovó na maca foi visto mais de 40 mil vezes.

Nas imagens, dona Etelvina Pereira se envolve com a canção e, mesmo debilitada, começa a cantar junto com uma médica a música “Como é grande o meu amor por você”, de Roberto Carlos (assista abaixo).

Ele foi gravado na ala de observação do Hospital Epaminondas Jácome, em Xapuri, no interior do Acre.

Nem precisa dizer que clínica geral Luciana Nogueira adora o que faz. Ela disse que costuma incluir a música em suas consultas para “quebrar o gelo” com os pacientes.

A gravação, de apenas 14 segundos, foi feita no final do plantão da médica, por volta das 23h da sexta, e foi ganhando as redes sociais.

Depois da cantar a música junto com a médica, dona Etelvina melhorou.

“Ela estava muito debilitada, meio desorientada e sonolenta. Aquele foi o momento que ela melhorou e acordou”, disse a médica ao G1.

E não precisou muito para a idosa se deixar levar pela canção.

“Eu estava conversando com ela e a gente fez o vídeo. Perguntei se ela gostava de cantar, ela disse que não, mas disse que gostava de música. Foi quando comecei a cantar e ela cantou junto”, conta clínica geral.

Teve alta

Dona Etelvina Pereira tem diabetes.

Ela já recebeu alta médica, segundo a filha Sebastiana Sousa, de 52 anos.

A filha conta que não imaginava que a idosa fosse acompanhar a médica na música.

Se não conseguir visualizar o vídeo, clique aqui.

(via Só notícia boa)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.