Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Não levantarás falso testemunho via WhatsApp”

Webster2703
Compartilhar

Médico de família receita a “vacina” contra a banalização da calúnia e suas consequências destruidoras

Em artigo publicado pelo jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, o Dr. Valdir Reginato, médico de família, chama as atenções dos leitores para a banalização da calúnia em tempos de fácil, rápida e gratuita distribuição de informações de todos os tipos via redes sociais e, em particular, via WhatsApp.

Ele observa:

“A questão filosófica e teológica sobre o que é a verdade não é de hoje. Lemos em João (18,38) a famosa pergunta de Pilatos a Cristo: ‘O que é a verdade?’. A reflexão dessa questão existencial não é o que agora nos ocupa, mas sim o que estão fazendo da realidade dos fatos ocorridos, concretos e verificáveis.

O que hoje assusta é a capacidade de ‘criarmos’ uma realidade virtual que jamais existiu e transmiti-la como uma verdade ao mundo. Os recursos com aplicativos cada vez mais sofisticados fazem com que saia em um vídeo, pela boca do interlocutor, algo que jamais foi dito por ele. É possível introduzir a imagem de indivíduos em locais onde eles nunca estiveram. Enfim, cria-se uma história que envolve pessoas que nem sequer tomaram conhecimento do ocorrido, e o pior, frequentemente, para denegrir a imagem de alguém ou para criar um elogio sobre o que não se fez. O assunto já ultrapassou os limites da brincadeira há muito tempo”.

O Dr. Valdir prossegue destacando que os avanços técnicos permitem elaborar mentiras com tamanha perfeição “que o desmentido fica duvidoso“. Como consequências da banalização das mentiras, o médico cita separações conjugais, brigas de amigos íntimos, desavenças entre pais e filhos, especulação financeira capaz de gerar falências, transtornos sociais graves como desemprego, desvios de recursos, corrupção, campanhas de doações falsas e mesmo estragos no âmbito da fé.

E qual é o remédio?

Como médico, o Dr. Valdir certamente está habilitado para responder com propriedade. E responde:

“A vacina está no 8º Mandamento”.

Para ler o artigo completo, acesse-o diretamente no site O São Paulo por aqui.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.