Aleteia
Segunda-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Religião

Pároco da catedral em Campinas na missa de sufrágio: "Sei que vocês choram"

Missa Catedral de Campinas

Arquidiocese de Campinas

ACI Digital - Reportagem local - publicado em 13/12/18

"O templo de Deus foi duplamente violado": como foi a celebração pelas almas dos féis mortos no ataque desta terça

Durante a Santa Missa celebrada na tarde de ontem pelas almas dos féis mortos no atentado cometido na terça-feira dentro da catedral de Campinas, SP, mons. Rafael Capelato, o pároco, afirmou:

“O templo de Deus foi duplamente violado”.

Desagravo

Ao começar a Missa, concelebrada por sacerdotes da arquidiocese, mons. Rafael conduziu o Rito de Desagravo, que é realizado toda vez que uma igreja sofre profanação. Esse rito penitencial, segundo a nota da arquidiocese em seu site oficial,

“…tem como objetivo reparar a injúria feita à igreja, sendo considerados os crimes e delitos não só que constituem ofensa grave aos sagrados ministérios, como os que ofendem gravemente a dignidade do homem e da sociedade humana”.

Um grande número de fiéis participou da Santa Missa. Mons. Rafael declarou que todos se reuniram

…para suplicar a Deus o perdão, a misericórdia, a paz” e para “manifestarmos uns aos outros a solidariedade de nossos corações, a força da fraternidade e do amor“.

Solidariedade e presença da Igreja

O pároco recordou que, enquanto a Santa Missa era rezada na Catedral, as vítimas do tiroteio estavam sendo veladas e logo seriam sepultadas em diferentes cemitérios da cidade.

“E lá também está presente a nossa arquidiocese, rezando com os familiares; os padres se organizaram para estar presentes junto com as famílias também numa rede bonita de solidariedade, de amor, de testemunho da vida em Cristo”.

Na homilia, ele disse ainda:

“Ontem (terça-feira), a tristeza se abateu sobre todos nós pelo pecado da violência e da morte. A Igreja-mãe de Campinas chora seus filhos mortos. O templo de Deus foi duplamente violado. Sim, no templo sagrado que é a pessoa humana, ferida de morte como foi. E o templo sagrado desta Igreja, nossa Catedral, que se tornou cenário de violência”.

Proximidade aos familiares

Aos familiares das vítimas e aos feridos, o pároco dirigiu estas palavras:

“Estamos todos sofrendo com vocês. Nesta hora, busquemos apoiar-nos na oração e na solidariedade. Sei que vocês choram. Estamos chorando também nós. Mas, o Senhor Jesus é nossa força e, com Ele, venceremos a dor, o mau e a morte”.

Ele ressaltou, porém, uma esperança luminosa:

“…a certeza de nossa participação no mistério da Cruz e da ressurreição do Senhor, no qual temos o perdão, a remissão de todos os pecados, no qual temos a paz e a vida renovada no amor”.

Misericórdia

Mons. Rafael exortou também à misericórdia:

“O que nos resta agora, meus irmãos e irmãs? Resta-nos suplicar a Deus a sua misericórdia por todos. Misericórdia, Senhor, de todos os que tombaram por este chão sagrado, culpado, se assim considerarmos, e inocentes. Misericórdia, Senhor, de todos os que sofrem, os familiares e amigos. Misericórdia, Senhor, de todos os feridos e dos abalados pelo desespero. Misericórdia, Senhor, de todos nós. Vem, Senhor Jesus! Vinde, ó Príncipe da Paz. Vinde trazer-nos o consolo e a paz”.

Catedral dedicada à Imaculada: local de vida e cura espiritual

Sobre a catedral, ele afirmou que é um espaço consagrado à vida, às coisas de Deus, e assim continuará a ser.

“Espaço da paz e da vida, da dignidade humana e da fraternidade, da justiça e do amor. Espaço de acolhimento de cada pessoa humana. Espaço medicinal, de cura para uma sociedade enferma em razão dos desequilíbrios materiais e espirituais”.

Ao terminar, o pároco pediu a intercessão de Nossa Senhora da Conceição Imaculada, a quem a catedral de Campinas é dedicada:

“Interceda por nós, para que nos mantenhamos em pé, como ela esteve diante da Cruz de seu Filho”.

_______________

A partir de matéria da ACI Digital

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
MisericórdiaMissaMorte
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
FATIMA
Philip Kosloski
Fotos raras dos 3 pastorinhos de Fátima
POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Reportagem local
As 3 orações que o Papa pediu para rezarmos e...
Pe. Gilmar
Reportagem local
Brasil: padre desaparece e manda mensagem com...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia