Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa: ir à igreja e odiar os outros é um escândalo

CYRKOWCY U PAPIEŻA
TIZIANA FABI/AFP/East News
Compartilhar

"Há pessoas que vão à igreja, estão lá todo o dia, e depois vivem falando mal dos outros! Isto é um escândalo"

O Papa Francisco afirmou hoje, durante a sua primeira audiência pública de 2019, que é um escândalo rezar a Deus e, ao mesmo tempo, odiar o próximo e falar mal dele.

Falando espontaneamente diante de 7 mil pessoas na sala Paulo VI, no Vaticano, ele disse:

“Quantas vezes nós vemos o escândalo das pessoas que vão à igreja, estão lá todo o dia, ou vão todos os dias, e depois vivem odiando os outros e falando mal das pessoas! Isto é um escândalo. É melhor você não ir à igreja; você vive assim, como se fosse ateu”.

Em contraste, ele pediu que os católicos deem “verdadeiro testemunho” e vivam como filhos e como irmãos.

Continuando o ciclo de catequeses sobre o Pai-Nosso, Francisco ligou a oração ao Sermão da Montanha (Mt 6, 9-13):

“Jesus coroa de felicidade uma série de categorias de pessoas que, no seu tempo, mas também no nosso, não eram muito consideradas. Bem-aventurados os pobres, os mansos, os misericordiosos, os humildes do coração… Esta é a revolução do Evangelho. Onde está o Evangelho há uma revolução”.

O Papa também pediu que os cristãos rezem “de coração, de dentro”, sem serem “papagaios”.

“Basta, no fundo, colocar-se sob o olhar de Deus, recordar o seu amor de Pai, e isto é suficiente para serem ouvidos”.

O Papa repetiu seus desejos de “um bom ano” para todos e convidou os fiéis a “percorrerem a estrada do bem”.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.