Aleteia

Qual é a diferença entre o Monte das Oliveiras e o Jardim do Getsêmani?

Compartilhar

Os autores dos Evangelhos se referiam ao mesmo lugar?

Lemos no Evangelho de São Marcos que, depois da Última Ceia, Jesus e Seus discípulos “foram para o lugar chamado Getsêmani, e Jesus disse a seus discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto vou orar” (Marcos 14, 32). Já no Evangelho de Mateus está escrito que “depois do canto dos Salmos, dirigiram-se eles para o monte das Oliveiras” (Mateus 26, 30).

Mas será que o Jardim do Getsêmani e o Monte das Oliveiras são o mesmo lugar?

O Monte das Oliveiras faz parte da pequena cadeia montanhosa que separa Jerusalém do deserto da Judeia. Ele é uma colina rochosa situada “do outro lado da torrente do Cedron” (cf. Jo 18, 1), a leste da cidade e já fora das suas muralhas, no caminho para Betânia.

O Jardim do Getsêmani, por sua vez, se localiza ao sopé do Monte das Oliveiras. O seu nome, do aramaico Gat Shmānê, significa “prensa de azeite”: era um horto em que se extraía o azeite a partir do fruto das oliveiras abundantes na área.

Portanto, depois da Última Ceia, Jesus e Seus discípulos foram, sim, ao Monte das Oliveiras, mais especificamente ao Jardim do Getsêmani que fica na sua base.

© George Martell/TheGoodCatholicLife.com
Boletim
Receba Aleteia todo dia