Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

"Não tenho medo deles": freira chamada Esperança encara ditadura de Maduro

irmã Esperanza Venezuela

Reprodução Redes Sociais

Reportagem local - publicado em 08/05/19

Imagem da freira corajosa de 70 anos volta a comover o mundo em meio ao caos na Venezuela

Enquanto a Venezuela continua mergulhada em uma das mais dramáticas crises políticas, sociais e econômicas da história da América do Sul, uma imagem tocante volta a viralizar depois de 2 anos, comovendo o país e o mundo em meio às tensas manifestações populares dos últimos dias: é a cena em que a irmã Esperanza, de 70 anos, encara de frente a repressão da polícia do regime bolivariano durante a Marcha do Silêncio realizada em 22 de abril de 2017.

Massivas manifestações pacíficas tomaram a Venezuela no início daquele mês contra a ditadura de Maduro, com cerca de 2,6 milhões de participantes na assim chamada “Mãe de Todas as Marchas”, em Caracas, e outros 6 milhões de venezuelanos em demais cidades do país, conforme levantamento do instituto de pesquisas Meganálisis. Ao menos 24 pessoas foram assassinadas naqueles dias em contextos ligados diretamente às manifestações e à repressão ditatorial. Foi para recordar esses mortos que milhares de cidadãos da Venezuela se juntaram à “Marcha do Silêncio” de abril de 2017, muitos deles rezando em alta voz enquanto marchavam. E era lá no meio deles que estava aquela freira de nome inspirador: Esperanza, que quer dizer justamente Esperança, em espanhol.

Ela mesma conta:

“[A Guarda Nacional Bolivariana] não deixava passar. Começaram a jogar suas bombas [de gás lacrimogêneo]. Eu me aproximei do chefe deles e disse: Como é que pode? Vocês são venezuelanos! Nós somos venezuelanos”

E acrescentou:

“Eu não tenho medo deles”.

O então governador do Estado de Miranda, Henrique Capriles, elogiou no Twitter a postura da irmã Esperanza:

“Até a noite mais escura terminará com o nascer do sol. Deus a abençoe e acompanhe, Irmã Esperanza!”

Grupos alinhados à ditadura de Nicolás Maduro disseminaram a versão de que a freira era cubana e tinha vínculos com operações de contra-inteligência, o que foi veementemente negado pela Conferência Episcopal Venezuelana, que enfatizou, em referência à sua congregação religiosa:

“Ela é filha de Maria Auxiliadora, salesiana. Não ecoemos falsos rumores”.

Dois anos depois da emblemática cena, a irmã Esperanza continua simbolizando a esperança de uma nação em frangalhos.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
IdeologiaPolíticaReligiososTestemunho
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia