Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Seminarista incentiva oração do Breviário mediante fotos em redes sociais

BREVIARY VIEWS
Compartilhar

A oração litúrgica pode ser feita em igrejas e capelas, parques e praças, em casa e no carro, no trabalho e nas salas de espera, a sós e com crianças de colo…

O seminarista norte-americano John De Guzman, da diocese de Raleigh, na Carolina do Norte, lançou nas redes sociais a hashtag #BreviaryViews, incentivando os internautas a compartilharem fotos nas quais estejam rezando a Liturgia das Horas com o breviário romano.

A iniciativa foi bem recebida e os fiéis que aderiram começaram a mostrar, com imagens, que a oração litúrgica pode ser feita em igrejas e capelas, em parques e praças, em casa e no carro, no trabalho e nas salas de espera, no avião e na praia, a sós e com crianças de colo…

A doutoranda Catherine Addington chegou a lançar uma iniciativa dentro da iniciativa: pediu que as pessoas patrocinem o breviário a fiéis que não consigam adquirir o seu próprio.

Em entrevista ao pe. Edward Looney, que é colunista da edição de Aleteia em inglês, John De Guzman contou que, a cada ano da sua formação como seminarista, foi acrescentando uma hora diária a mais de oração do breviário, já que preferiu alimentar o hábito de modo gradual.

“O breviário criou uma estrutura de oração ao longo do meu dia. No fim do quinto ano de seminário, cresci na minha disciplina de incorporar toda a liturgia das horas ao meu dia”.

Quanto ao sucesso da hashtag #BreviaryViews, ele comentou que a ideia inicial era apenas a de lançar uma hashtag interessante ligando imagens de lugares bonitos com pessoas e seus breviários. Mas…

A repercussão foi toda do Espírito Santo“, que a transformou num “lugar de encontro tanto com outros cristãos quanto com nosso Senhor. Houve pessoas que vieram fazer perguntas sobre o breviário na intenção de começar a rezá-lo. Vi pessoas inspiradas a voltarem à antiga disciplina de rezá-lo e pessoas animando outras a rezá-lo também, no esforço consciente de encontrar o Senhor todos os dias“.

https://twitter.com/JohnDeGuzzy/status/1141391988757061632

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.