Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Cardeal Sardi foi “mestre da teologia moral”

POPE FRANCIS CARITAS ASSEMBLY
Compartilhar

Antigo colaborador de João Paulo II faleceu no dia 13 de junho, aos 84 anos

O cardeal Paolo Sardi foi um “mestre de teologia moral”, que “contribuiu à formulação e à difusão do magistério moral do Papa São João Paulo II”.

Essas foram palavras do cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado emérito, ao recordar o cardeal falecido, aos 84 anos, no dia 13 de julho em Roma, depois de uma breve doença.

A missa fúnebre foi celebrada nesta segunda-feira (15) na Basílica de São Pedro. No final da missa o Papa Francisco uniu-se aos celebrantes para presidir o rito da encomendação e despedida.

O cardeal Bertone destacou que o cardeal Sardi, ao entrar na Secretaria de Estado aos 41 anos, desde 1990 “coordenou o escritório que colabora com o Pontífice na redação dos textos e discursos. Colaborou na redação da encíclica “Veritatis splendor” de 1993.

Sobre o cardeal falecido, o cardeal Bertone recorda a “humildade e honestidade”, recebida de seus pais e a publicação em 1975 do livro “O aborto ontem e hoje” que reconstrói a história da evolução do pensamento católico sobre a delicada questão, um livro fundamental, explica o cardeal Bertone, “principalmente no contexto da calorosa discussão naqueles anos na sociedade italiana”. E evidencia que junto com seu trabalho na Secretaria de Estado, o falecido cardeal, discípulo de Paulo VI, “sempre uniu o serviço pastoral: em particular a missa celebrada todas as manhãs até pouco antes de sua internação na Basílica Vaticana, no altar onde está sepultado Papa João XXIII.

Em dezembro de 1996 São João Paulo II nomeou-o arcebispo e núncio apostólico com encargos especiais, e desde então o então arcebispo Sardi continuou a trabalhar ao lado do Papa na Secretaria de Estado. Em junho de 2009, recorda por fim o cardeal Bertone, o cardeal tornou-se pró-patrono da Soberana Ordem Militar de Malta. E desde 2010 depois que Bento XVI o criou cardeal, patrono da Ordem. “Tarefa que cumpriu animado pela consciência das extraordinárias potencialidades das quais a Ordem de Malta dispõe para oferecer adequadas respostas a muitos dos dramáticos problemas que afligem o mundo”.

(Vatican News)

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.