Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“O Padre Marcelo Rossi estava no colo de Nossa Senhora”

Captura de Tela / YouTube
Compartilhar

Sacerdote que estava no altar quando o Padre Marcelo foi empurrado revela algo surpreendente que aconteceu antes da Missa na Canção Nova

O Padre Adriano Zandoná testemunhou o empurrão que o Padre Marcelo Rossi levou do altar enquanto presidia uma Missa em Cachoeira Paulista, SP, e revelou algo surpreendente que aconteceu antes da celebração.

Em vídeo publicado em seu perfil no Facebook logo após o ocorrido, o Padre Adriano disse que, antes da celebração, ele, uma freira e um padre exorcista do Rio de Janeiro rezaram pelo Padre Marcelo Rossi. E, ao final da oração, uma imagem que agora faz todo o sentido:

“No final da oração, nos vinha uma imagem de um padre que estava no colo de Nossa Senhora, sustentado por Nossa Senhora, pela Virgem Maria. a Mãe que Jesus nos deu”, contou o sacerdote no vídeo. 

O Padre Marcelo foi empurrado de um altura considerável, mas não se machucou gravemente, o que, para o Padre Adriano, foi um milagre.

“Eu estava ali na Missa, atrás do Padre Marcelo Rossi e ele poderia muito bem ter se machucado gravemente, quebrado o pescoço e tantas outras coisas, porque é alto ali… Mas dez minutos antes da Missa Deus revelava que ele estava no colo de Nossa Senhora, que ele estava tendo uma proteção especial da parte de Maria. E ela cuidou do padre.”

Ao final do vídeo o Padre Zandoná dá um recado para todos nós:

“Isso é para testemunhar. Você que talvez tinha alguma dificuldade com a Virgem Maria, com a Mãe de Deus, não tenha medo, Ela é a Mãe que Jesus te deu. Peça a intercessão dela, respeite-a, ame-a”.

Padre Gabriel Vila Verde

Também pelo Facebook, o Padre Gabriel Vila Verde repercutiu o incidente que aconteceu durante o evento da Canção Nova. Ele disse que o caso foi além de um fenômeno psicológico. Vale lembrar que, segundo conhecidos, a mulher que driblou a segurança e empurrou o padre teria problemas mentais.

Disse o Padre Gabriel:

“Tudo agora se explica com a frase: ‘foi um surto’. Eu já conheci muitas pessoas completamente surtadas, mas nenhuma delas com histórico de derrubar sacerdotes, muito menos na hora da Missa. Algumas até se aproximam do altar, fazem os seus espetáculos, mas não tocam no celebrante. O caso do PHN foi algo além do fenômeno psicológico. O demônio não age apenas através da possessão, mas também na sugestão, indução, etc. Certa vez, quando seminarista, uma mulher bêbada entrou numa igreja em Salvador e deu a entender que queria falar com alguém. Chamaram o pároco, e ela disse que não, que era o outro (apontando pra mim). Saí, e ingenuamente comecei a rezar por ela, enquanto ela sorria. Depois, falou ironicamente: “você tem nome de anjo. Eu também tenho um ‘anjo’ que me acompanha”. E começou a revelar coisas que diziam respeito a minha pessoa, enquanto tentava passar a mão nas minhas pernas. Ou seja, ela estava bêbada, mas além do efeito do álcool, estava “acompanhada” por uma força estranha que ela chamava de anjo. Sem reação, por ter sido pego de surpresa, rezei por ela e voltei para a sacristia. Só depois de muito meditar, vim descobrir a qual tipo de anjo ela se referia. Sejamos prudentes nessas questões, mas que a nossa prudência não vire incredulidade.”

 

 

 

 

 

 

 

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.