Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os noivos que comemoraram o casamento com uma festa para milhares de refugiados

Compartilhar

Mais de 4 mil refugiados sírios foram convidados para o banquete - e os próprios noivos ajudaram a servir o banquete

Recentemente, a Aleteia publicou a história de um casal brasileiro – Victor e Ana Paula Ribeiro – que decidiu comemorar o seu casamento dando uma festa para 160 crianças pobres (leia o artigo completo, clicando aqui). O exemplo deles rodou o mundo e emocionou a internet.

Porém, Victor e Ana não foram os primeiros a fazer algo do tipo: um casal turco protagonizou gesto semelhante, e em uma escala ainda maior.

Em 2015, Fethullah Üzümcüoğlu e Esra Polat se casaram em Kilis, uma cidade perto da fronteira sudeste da Turquia – a fronteira compartilhada com a Síria. A região está em guerra civil desde 2011. Consciente da situação dos refugiados sírios (em 2015, a Turquia recebia aproximadamente dois milhões deles) o casal decidiu dar uma festa para 4.000 refugiados. Foi esta a festa de casamento deles!

Compartilhando a alegria com os necessitados

Foi Ali, o pai do noivo, que teve a ideia de compartilhar a celebração com os refugiados. Ele disse a um jornal local que “esperava que outros fizessem o mesmo e compartilhassem suas celebrações de casamento com seus irmãos e irmãs sírios”, informou o Telegraph. Ele disse ao jornal que estava feliz que o casal pudesse começar suas vidas com essa “ação altruísta”.

As fotos do evento mostram a noiva e o noivo, em trajes formais de casamento, servindo comida para os convidados. Os noivos usaram o dinheiro que haviam recebido como presente de casamento de suas famílias para financiar a refeição especial.

“Foi uma experiência maravilhosa. Estou feliz por termos tido a oportunidade de compartilhar nossa festa de casamento com as pessoas que realmente precisam”, disse a noiva ao Telegraph.

O noivo contou que ficou muito satisfeito quando viu os refugiados aproveitando a ocasião. “Ver a felicidade nos olhos das crianças refugiadas sírias não tem preço. Começamos nossa jornada para a felicidade fazendo os outros felizes – e isso é um ótimo sentimento. ”

Isso foi há quatro anos e, infelizmente, a situação não melhorou. A guerra civil continua. De acordo com as Nações Unidas, o número de refugiados sírios na Turquia atingiu 3.666.059.

Como indivíduos e famílias, não há muito que possamos fazer em larga escala para resolver a questão dos refugiados e os problemas da pobreza em todo o mundo. No entanto, podemos seguir o exemplo dos noivos turcos (e do casal brasileiro Victor e Ana Paula Ribeiro) e compartilhar algumas de nossas bênçãos com pessoas carentes que estão próximas a nós. Se pudermos levar alegria e consolo a apenas uma pessoa necessitada, teremos feito isso não apenas a eles, mas a Cristo (Mateus 25,40).

 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.