Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

As últimas palavras de um mártir antes de ser crucificado no Japão

MARTYRS
Compartilhar

“…Dou graças a Deus por ser este o motivo de eu ser morto. Acredito que estou apenas dizendo a verdade antes de morrer”

No dia 5 de fevereiro de 1597, uma multidão tinha se reunido no Japão para assistir a um espetáculo bizarro: a crucifixão de um católico.

O mártir era São Paulo Miki e estas foram as suas palavras diante dos seus algozes e daquela multidão:

A sentença do meu julgamento diz: ‘Estes homens vieram das Filipinas para o Japão’, mas eu não vim de outro país; sou um japonês genuíno. A única razão para eu ser morto é ter ensinado a doutrina de Cristo. É verdade que ensinei a doutrina de Cristo. Dou graças a Deus por ser este o motivo de eu ser morto. Acredito que estou apenas dizendo a verdade antes de morrer.

Sei que acreditam em mim e quero lhes dizer mais uma vez: peçam a Cristo para ajudá-los a serem felizes. Eu obedeço a Cristo. Seguindo o exemplo de Cristo, perdoo aos meus perseguidores. Não os odeio. Peço a Deus que tenha misericórdia de todos e espero que o meu sangue caia sobre os homens, meus companheiros, como uma chuva que dê frutos.

Leia também: Nagasaki: o menino de 10 anos que carrega nas costas o irmãozinho morto

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.