Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os 2 significados da cripta

St Bavo's Cathedral
Compartilhar

As criptas têm uma longa história, que remonta aos primeiros séculos do cristianismo

Ao visitar igrejas católicas maiores, particularmente catedrais ou basílicas, geralmente há uma área chamada “cripta”. Mas você sabe o que isso significa?

A palavra “cripta” pode ter dois significados diferentes. O primeiro refere-se a uma área abaixo do prédio da igreja, que é reservada ao enterro de mortos. Esse uso particular da cripta não é mais tão comum como na Igreja primitiva, conforme descrito pela Enciclopédia Católica:

“A palavra, originalmente, significava um lugar escondido, natural ou artificial, adequado para ocultar pessoas ou coisas. Quando as visitas aos cemitérios [fora] dos muros de Roma caíram em desuso, houve uma mudança curiosa. A Igreja, incapaz de sair para honrar os mártires, trouxe os mártires para dentro dos muros e, em vez de construir igrejas acima dos túmulos, cavou túmulos sob as igrejas, nas quais as preciosas relíquias eram depositadas. Essa foi a origem, primeiro da confissão das basílicas e, posteriormente, da cripta, que respondeu ao mesmo objetivo nas igrejas do início da Idade Média (…). Essencialmente, é um cemitério subterrâneo que foi gradualmente embelezado ao longo dos anos. Inicialmente, essas criptas eram bastante simples, consistindo apenas em locais onde os ossos dos mártires eram colocados. Então, quando a Igreja se tornou mais influente no mundo, essas criptas foram solidificadas e túmulos de mármore foram montados para proteger os restos mortais. Hoje as criptas ainda estão em uso, mas principalmente para o enterro de bispos debaixo de uma catedral ou membros de ordens religiosas debaixo de sua própria capela do mosteiro.”

O significado secundário da palavra “cripta” refere-se a uma capela inferior, normalmente localizada abaixo do corpo principal de uma igreja. Às vezes, uma capela da cripta terá uma área para enterro subterrâneo, mas esse nem sempre é o caso. Muitas vezes, uma paróquia constrói uma cripta, mas seu uso se restringe a ser uma capela secundária para a celebração da missa ou o local para a adoração eucarística perpétua.

Enfim, as criptas nos remetem espiritualmente aos primeiros cristãos que adoravam a Deus no subsolo nas catacumbas, confiando a Ele os restos mortais de seus amados mortos. É uma bela tradição na Igreja Católica, que continua a ter grande significado quase 2.000 anos depois.

Leia também: “Cripta dos Papas”, na Catacumba de Calisto, guarda os restos de 16 papas

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.