Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Após 46 anos, vidente de Akita anuncia ter recebido nova revelação

Irmã Agnes, Akita
Reprodução
Compartilhar

A irmã Agnes, 88 anos, experimentou recentemente a cura de um tumor no pescoço e apresenta hoje condições de saúde condizentes com a sua idade

Nossa Senhora de Akita é o título de uma aparição mariana relatada em 1973 pela freira japonesa Agnes Katsuko Sasagawa na região de Akita, noroeste do Japão. As mensagens transmitidas a ela por Nossa Senhora enfatizavam a oração e a penitência.

Passados 46 anos desde a última mensagem reconhecida pela Igreja como autêntica, a irmã Agnes, hoje com 88 anos de idade, relatou ter recebido uma nova revelação privada no último dia 6 de outubro de 2019, por volta das 3h30, quando, segundo ela, um anjo lhe apareceu e lhe deu a seguinte instrução:

“É bom que diga a todos: cubram-se de cinzas e rezem o rosário penitente todos os dias. E você tem de se tornar uma menina e oferecer sacrifícios todos os dias”.

A irmã Agnes disse que ficou em dúvida sobre divulgar ou não a mensagem, mas, na Santa Missa de dois dias depois, a liturgia falava da profecia de Jonas, que pregava o arrependimento mediante os mesmos sinais pedidos pelo anjo. Considerando que a mensagem da revelação privada não contradizia o que Deus mesmo nos pede constantemente, ela resolveu relatar o ocorrido.

A mensagem, traduzida para o inglês, foi difundida nos Estados Unidos pela emissora católica de rádio WQPH, de Massachusetts, que, ao ser questionada sobre a veracidade do relato, emitiu um comunicado oficial para respaldar as fontes que lhe haviam transmitido o texto:

“Sabemos que a irmã Agnes sofreu muito desde a última mensagem de Akita e nos preocupa que esta nova mensagem, este simples chamado ao arrependimento, que obtivemos através de fontes próximas a ela, tenha acarretado novas tribulações a ela e aos seus confidentes. Não temos razão alguma para assumir riscos associados à publicação de uma história sensacionalista. As fontes são confiáveis e corajosas e nos pediram que divulgássemos diretamente a sua mensagem. A nova mensagem pede que cada um de nós reze diariamente um rosário penitente e se cubra de cinzas como os moradores de Nínive ao escutarem a profecia de Jonas. Até obtermos mais informação de nossa fonte, pedimos a vocês, nossos irmãos e irmãs em Cristo, que façam um discernimento, com fé e razão, sobre a veracidade do relato, e lhes agradecemos pela prudência e devota preocupação com a integridade do legado de Nossa Senhora de Akita e com a reputação dos seus mensageiros”.

A irmã Agnes apresenta condições de saúde condizentes com a sua idade. Recentemente, ela experimentou a cura de um tumor no pescoço.

Ao repercutirem a nova revelação privada relatada por ela, vários meios de comunicação observaram que ela ocorreu na mesma data da abertura da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica.

Leia também: De mais de 2 mil aparições marianas registradas, só 16 foram reconhecidas pelo Vaticano

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.