Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa: a extraordinária novidade trazida por Jesus

PAPIEŻ FRANCISZEK
ALBERTO PIZZOLI/AFP/East News
Compartilhar

“Ainda somos pobres pecadores porém não mais escravos, não, mas filhos, filhos de Deus”

O Papa Francisco explicou neste domingo a extraordinária novidade trazida por Jesus.

Segundo o Papa – que falava aos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro para rezar o Angelus – “enquanto em todas as religiões é o homem que oferece e sacrifica alguma coisa a Deus, no evento Jesus é Deus que oferece o próprio Filho para a salvação da humanidade”.

O Papa os cristãos a “darem um testemunho de Jesus”. Ele recordou que, depois do Batismo, João Batista, não consegue resistir ao forte chamado desejo de dar testemunho de Jesus e declara: ‘Eu vi e por isso dou testemunho’.

O testemunho de João Batista nos convida a recomeçar sempre no nosso caminho de fé: recomeçar de Jesus Cristo, Cordeiro cheio de misericórdia que o Pai deu para nós. Portanto deixar-nos sempre surpreender pela escolha de Deus de estar ao nosso lado.

De acordo com o Papa Francisco, é preciso aprender com João Batista “a não presumir que já conhecemos Jesus, de saber tudo sobre Ele. Não, não é assim. Temos que nos deter no Evangelho.”

Deixemo-nos instruir pelo Espírito Santo, que dentro nos diz: é Ele! É o Filho de Deus que se fez cordeiro, imolado por amor. Ele, Ele sozinho carregou, sofreu e expiou o pecado do mundo e também os meus pecados. Para finalmente entendermos que sim, ainda somos pobres pecadores porém não mais escravos, não, mas filhos, filhos de Deus!

Boletim
Receba Aleteia todo dia