Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 03 Março |
Santa Cunegundes
home iconEstilo de vida
line break icon

Afinal, católico pode ou não pode participar do carnaval?

CARNIVAL

Shutterstock | Albert Pego

Aleteia Brasil - publicado em 20/02/20

A resposta começa com algumas perguntas bem objetivas

A agência católica ACI Digital publicou matéria baseada nos comentários de André Parreira, do Instituto Nacional da Pastoral Familiar e da Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), sobre até que ponto um católico pode participar das festas ligadas ao carnaval.

Segundo o escritor:

“A resposta pode começar com outra pergunta: alguém poderia dizer que os blocos, desfiles e bailes de Carnaval não são ambientes propícios ao pecado, com tanto álcool, nudez e erotização? As modas das mini-roupas (as bermudinhas viraram o traje oficial!) e fantasias minúsculas ou de caráter sexual refletem o pudor daqueles que tem consciência de que são templo do Espírito Santo? Até mesmo as marchinhas já são um risco, pois, embora muitas sejam interessantes e divertidas, boa quantidade delas carrega grande erotização”.

O próprio Parreira conta que já participou do carnaval, mas deixou até mesmo de acompanhá-lo pela televisão:

“Esta (anti)cultura não será transmitida por minha esposa e por mim aos nossos filhos. Aqui em casa não entram nem as músicas de carnaval. Não é questão de gostar ou não, nem mesmo se trata de alienação, mas é questão de acertar a nossa caminhada para os caminhos que se afeiçoam mais com o Senhor. Sei que vou desagradar a muita gente católica que tem paixão pelo carnaval, espera ansiosamente pela data e dispara contra qualquer um que queira levantar a questão”.

Ele cita então a perspectiva de alguns santos:

  • Santo Afonso Maria de Ligório: “diz que a fuga das ocasiões de pecado é grande dever em nosso caminho de crescimento espiritual”;
  • Santa Faustina: “relata o sofrimento do coração de Jesus nos dias de carnaval”;
  • São João Maria Vianney: “dizia que o anjo da guarda ficava do lado de fora dos salões de baile e que algumas danças são a corda com que o demônio arrasta mais almas para o inferno”;
  • São Carlos Borromeu: “jamais podia compreender como os cristãos podiam conservar este perniciosíssimo costume do paganismo”.

Parreira evoca ainda uma reflexão de dom Henrique Soares, bispo de Palmares, PE:

“Devemos, então, rejeitar em bloco o carnaval atual? A resposta pronta não existe! Se um cristão julga poder brincar o carnavalzão do mundo sem cometer excessos, sem dar azo à imoralidade, sem a dispersão interior violenta que nos tira da presença de Deus e da realidade, então brinque em paz! Eu duvido muito que isto seja possível, mas é preciso respeitar a consciência de cada um! Que os cristãos deem preferência a brincar o carnaval em grupos de cristãos, de modo puro, sereno, inocente, fraterno, com toda alegria que nasce de um coração que sabe o sentido verdadeiro da existência”.

Para encerrar, André Parreira considera que a resposta de cada católico sobre participar ou não do carnaval é individual:

“A liberdade é um presente que Deus nunca vai nos tirar”.

E a liberdade consiste justamente em escolher, à luz da própria consciência.




Leia também:
12 filmes para assistir com as crianças no carnaval




Leia também:
Como transformar o carnaval em um período de conversão




Leia também:
Carnaval com Deus: retiro espiritual reunirá quase 30 mil pessoas no Ceará

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
Kathleen N. Hattrup
O homem que beijou a testa do Papa diz que se curou em Lourdes
5
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
6
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
7
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia