Aleteia

Seria este o verdadeiro rosto de Jesus?

JEZUS WEDŁUG SZTUCZNEJ INTELIGENCJI
Compartilhar

Fotógrafo holandês utilizou um programa de inteligência artificial para fazer uma reconstrução do rosto de Cristo

Bas Uterwijk é um famoso fotógrafo holandês, que ficou ainda mais conhecido por utilizar a inteligência artificial na reconstrução de retratos “realistas” de personagens históricos (como Napoleão Bonaparte) e artísticos (como a Mona Lisa e Davi, de Michelangelo).

O artista utiliza um software aplicado à documentação já existente para reproduzir uma imagem fotográfica o mais realista possível (clique aqui para conhecer alguns de seus trabalhos).

No dia 26 de julho de 2020, o retrato de Jesus que ele reconstruiu “incendiava” as redes sociais em espanhol. Uma conta postou o retrato feito por Uterwijk, afirmando que, durante séculos o Vaticano tinha feito o mundo acreditar que Jesus era loiro e que o trabalho do holandês desmontava esse mito.

A “acusação” é no mínimo curiosa, já que qualquer pessoa que tenha visto um retrato de Cristo em qualquer igreja (e de qualquer lugar do planeta) encontrou a imagem de um homem de cabelos e barba mais ou menos escuros.

Na verdade, a hipótese de que Jesus teria sido loiro ou ruivo foi lançada em 2015 por um grupo conservador britânico, que distribuiu uma imagem dos vitrais de uma pequena igreja de Sunderland, norte da Inglaterra.

Mas a pergunta é: essas reconstruções do rosto de Jesus são confiáveis? Ou: que fontes são utilizadas para a realização do trabalho?

O que sabemos é que não existem retratos de Jesus realizados em vida, embora seja aceito universalmente como padrão icônico o rosto utilizado na arte bizantina, ou seja, de um homem com cabelos e olhos escuros, o que coincide com os traços que o Santo Sudário revelaria no século XX.

 O próprio Uterwijk dá a entender que seu trabalho não deve ser considerado “científico”. Ele explicou ao jornal britânico Daily Mail: “Tento orientar o software a um resultado confiável. Penso em meu trabalho mais com interpretações artísticas do que como imagens científicas ou historicamente precisas”.

O que você achou de mais essa reconstrução do rosto de Jesus?

Boletim
Receba Aleteia todo dia