Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 11 Abril |
Santo Estanislau de Cracóvia
home iconCultura e Viagem
line break icon

Universidade católica francesa quer demolir capela do século XIX: cidadãos reagem

Universidade Católica de Lille

CC BY-SA 3.0 I Peter Potrowl - Own work

Universidade Católica de Lille, França

Francisco Vêneto - publicado em 15/12/20

Cidadãos: "Precisa-se de parlamentar corajoso para defender nosso patrimônio histórico, destruído pouco a pouco"

Universidade católica francesa quer demolir capela do século XIX. Trata-se da Capela de São José, pertencente à Universidade Católica de Lille, no norte da França. A universidade alega que a capela está abandonada há cerca de 20 anos: de fato, a última Santa Missa foi celebrada ali em 2002.

No entanto, o abandono da capela, em si mesmo, não seria justificativa para derrubá-la, pois ela poderia ser restaurada. O problema é que o Ministério da Cultura do país rejeitou a classificação da capela como patrimônio histórico francês. Diante disso, a universidade resolver usar o terreno para construir um novo prédio da faculdade de Engenharia:

“Precisamos criar este campus para continuar a ser uma escola de engenheiros de padrão europeu”.

Universidade católica francesa quer demolir capela do século XIX: cidadãos reagem

Por sua vez, a associação Urgences Patrimoine (Emergências do Patrimônio) realizou diversas tentativas de impedir a demolição, alegando, justamente, que se trata, sim, de patrimônio histórico. A presidente da entidade, Alexandra Sobczak, resolveu agora lançar um apelo irônico para chamar as atenções da população francesa e ampliar o debate sobre a preservação da capela e de outros edifícios de valor cultural. Ela publicou o seguinte anúncio no Le Bon Coin, um dos maiores sites de classificados da França:

“Precisa-se urgentemente de parlamentar corajoso para defender patrimônio. Nosso patrimônio histórico está sendo destruído pouco a pouco, com a conivência das nossas instituições. A Urgences Patrimoine pede que parlamentares corajosos e responsáveis façam ouvir a voz dos cidadãos que se recusam a testemunhar a nossa história coletiva sendo transformada em estacionamentos”.




Leia também:
Governo comunista da China decreta demolição de igrejas católicas “rebeldes”

Tags:
ArteHistóriaigrejas
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia