Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 11 Abril |
Santo Estanislau de Cracóvia
home iconReligião
line break icon

A importante lição de caridade de uma santa

ELIZABETH ANN SETON

Jon Dawson | Flickr CC BY-ND 2.0

Philip Kosloski - publicado em 04/01/21

Santa Elizabeth Ann Seton nos desafia a “praticar aquilo que pregamos” e ser testemunhas da caridade no mundo

Ouviremos constantemente as palavras de Jesus sobre a caridade, mas muitas vezes pensamos que ninguém poderia viver de acordo com seus elevados ideais. No entanto, quando olhamos para a vida dos santos, vemos claramente que isso é possível, mesmo em nossa situação particular.

Santa Elizabeth Ann Seton é um desses exemplos, mostrando ao povo americano que a caridade para com os mais vulneráveis ​​da sociedade é possível.

Na homilia de sua beatificação, São João XXIII falou deste aspecto de sua vida, destacando sua extraordinária prática da caridade.

Elizabeth Seton, que possuía um amor especial por Deus e pelo próximo, por sua vez deu um impulso especial à caridade. O nome e o símbolo da caridade tornaram-se o programa de sua vida interior e de sua atividade exterior; este batimento cardíaco se espalhou de sua família para a família maior de sua comunidade local, incluindo todos aqueles pertencentes às bem-aventuranças anunciadas por Jesus: os pobres, os perseguidos, os fracos, os doentes, os sofredores.

Lição de caridade

O Papa enfatizou como ela ouviu a palavra de Deus e a colocou em prática.

Bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus e a preservam. Esta bem-aventurança sintetiza a essência da vida cristã, uma harmonia de fé e obras, de pensamento e ação, que procede da semente lançada no Batismo em um desenvolvimento muito feliz ao esplendor da vida eterna. Esta noite o humilde Vigário de Cristo gostaria de aplicar essas palavras àquela a quem a Igreja venera desde hoje na glória dos bem-aventurados: Elizabeth Ann Bayley Seton. Verdadeiramente abençoada, porque ouviu a voz de Deus e a pôs em prática.

A vida desta santa é um lembrete para todos nós que simplesmente não basta ler o Evangelho. Devemos vivê-lo em nossa vida diária e ser testemunhos no mundo. É um chamado dado não apenas aos religiosos, mas a todos os membros da Igreja.

A glorificação hodierna de uma heroína da caridade quer infundir um novo ímpeto de dedicação não só a estas dignas religiosas, mas também a todos os membros da Igreja, sacerdotes e leigos, idosos e jovens, para que na caridade saibam doar aquele testemunho de amor e de obras que o mundo espera.

Ao refletirmos sobre a vida e a lição de caridade de uma grande santa americana, que sejamos inspirados por seu exemplo para sermos fortes testemunhas do amor, mostrando que somos cristãos pelo amor que compartilhamos.




Leia também:
O exemplo de Elizabeth Ann Seton: como correr riscos como um santo

Tags:
CaridadeSantos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia