Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 03 Agosto |
home iconReligião
line break icon

Refeitório da Igreja alimenta mais de mil pessoas por dia no Líbano

Líbano sofre com explosão em Beirute

STR / AFP

Francisco Vêneto - publicado em 28/01/21

Fundação Pontifícia AIS também vem auxiliando em moradia e medicamentos para famílias desabrigadas, incluindo refugiados sírios

Refeitório da Igreja alimenta mais de mil pessoas por dia no Líbano, atendendo não apenas famílias cristãs, mas também muitos refugiados da Síria que tiveram de escapar da guerra em sua terra natal. Os próprios libaneses, no entanto, estão em situação crítica devido à crise política e econômica, agravada após a histórica explosão que devastou o porto da capital, Beirute, em agosto de 2020 (foto).

Refeitório da Igreja

No Vale de Bekaa, próximo da fronteira entre o Líbano e a Síria, a diocese católica greco-melquita de Zahlé tem procurado ajudar a população local e os refugiados com uma série de serviços, entre os quais um refeitório solidário que, diariamente, tem sido a principal fonte de alimentação para ao menos mil pessoas – e, em muitos casos, a única fonte.

Devido à pandemia de covid-19, a Igreja também organizou equipes de voluntários que entregam a refeição na casa de quem não se pode se deslocar até à Mesa Misericordiosa de São João, que é o nome do projeto.

A iniciativa conta com o apoio da Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS), que, além das refeições, também vem auxiliando no pagamento do aluguel de quartos ou casas para famílias cristãs desabrigadas, bem como na compra de medicamentos. Desde 2019, as ajudas de emergência da Fundação AIS para essas famílias libanesas e sírias já ultrapassa 3,6 milhões de euros, obtidos mediante donativos.




Leia também:
Franciscanos distribuem mais de 4 mil refeições por dia em São Paulo na pandemia




Leia também:
O dormitório do Vaticano para moradores de rua já está em funcionamento


Barco hospital Papa Francisco

Leia também:
Barco-Hospital Papa Francisco já está em ação, atendendo 700 mil na Amazônia


POPE FRANCIS

Leia também:
O que a Igreja Católica faz para ajudar mães estupradas e seus bebês?

Tags:
Caridadesolidariedade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
4
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia