Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Violência em Gaza vitima cristãos inocentes, denuncia o Custódio da Terra Santa

Pe. Francesco Patton, Custódio da Terra Santa

Custódia da Terra Santa

Francisco Vêneto - publicado em 18/05/21

Mulher cristã foi uma das primeiras vítimas fatais de um foguete disparado pelo Hamas

A violência em Gaza vitima cristãos inocentes, denuncia o Custódio da Terra Santa, pe. Francesco Patton, em referência ao sangrento conflito atual entre palestinos e israelenses:

“Os cristãos estão no meio de dois protagonistas maiores que lutam entre si. Por isso, acabam esmagados. Basta dizer que uma das primeiras vítimas dos foguetes disparados de Gaza foi uma mulher indiana, migrante, que trabalhava como cuidadora. Uma mulher de fé cristã que frequentava a nossa pastoral para os católicos indianos”.

De fato, grande parte dos cristãos, tanto na Palestina quanto em Israel, é composta por trabalhadores estrangeiros.

Violência em Gaza vitima cristãos inocentes

Falando à agência de notícias SIR, ligada à Conferência Episcopal Italiana, o pe. Francesco Patton comentou sobre a situação atual dos lugares cristãos de culto na Terra Santa:

“Até agora não houve ataques contra nós. Os santuários estão abertos normalmente, em especial de manhã, por medida de precaução, como foi durante a pandemia, que em Israel já está sendo superada”.

No entanto, a presente escalada de violência preocupa gravemente:

“A polarização que estamos testemunhando gerou verdadeiras explosões de ódio destrutivo. A morte de civis, com o número de vítimas aumentando a cada dia, alimenta uma espiral de violência em lados opostos. Estão abalando o equilíbrio da coexistência entre árabes israelenses e judeus israelenses dentro das cidades israelenses, onde foram registrados espancamentos, motins, saques e atos de intimidação. Nem toda a população local está envolvida nessa tempestade de violência. Muitos se distanciaram.

Infelizmente, a situação se agrava com os esquadrões que vêm de fora para fazer protestos e geram desordem sem que a polícia possa impedi-los. Virou um instrumento político. A ausência da comunidade internacional permite o fortalecimento dessas posições extremistas”.

Voz do Papa é das poucas que se elevam pela paz

O Custódio da Terra Santa acrescenta:

“A única voz que se levantou com vigor nestes dias foi a do Papa Francisco, que é a voz de um líder espiritual e moral que, em várias ocasiões, pediu reiteradamente a moderação, o diálogo e o fim das armas. Os líderes políticos das grandes potências parecem não apenas não ter voz, mas nem determinação para levar as partes em guerra a uma trégua e depois a uma mesa de diálogo”.

Custódio da Terra Santa

O Custódio da Terra Santa é o superior local dos frades menores franciscanos que vivem no Oriente Médio, com jurisdição sobre os territórios de Israel, Palestina, Jordânia, Líbano, Egito (parcialmente), Chipre e Rodes, sem contar os comissariados em várias partes do mundo, como Roma, Washington, Nápoles e Buenos Aires.

Violência em Gaza vitima cristãos inocentes, denuncia o Custódio da Terra Santa
Leia também:
Tags:
PerseguiçãoTerra SantaViolência
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia