Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 24 Fevereiro |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Como uma bala de canhão salvou a alma de Santo Inácio

WEB-Ignatius-of-Loyola-Public-Domain – it

Public-Domain

Philip Kosloski - publicado em 21/05/21

Sim, foi preciso um tiro de canhão para que Santo Inácio mudasse sua vida para melhor

Deus, frequentemente, trabalha de maneiras misteriosas. Para um santo, em particular, Ele usou uma bala de canhão para redirecioná-lo da maneira certa. Se Santo Inácio de Loyola não tivesse sido atingido em batalha, quem sabe o que poderia ter acontecido?

Antes daquele dia fatídico, Santo Inácio era um mulherengo, jogador e lutador. Praticar a fé católica não era sua maior prioridade.

Em vez disso, seu principal foco era a vida militar. Ele amava o campo de batalha e sua imaginação era arrebatada por contos clássicos de cavaleiros e damas.

Então, um dia, sua vida mudou radicalmente. Uma bala de canhão atingiu sua perna.

Bala de canhão

É assim que Santo Inácio narra o episódio em sua autobiografia (escrita em terceira pessoa):

A cidadela de Pamplona foi sitiada pelos franceses. Todos os outros soldados foram unânimes em desejar se render sob a condição de liberdade para partir, uma vez que era impossível resistir por mais tempo. Mas Inácio persuadiu o comandante de tal maneira que, contra as opiniões de todos os outros nobres, ele decidiu manter a cidadela contra o inimigo.

Depois que as paredes foram destruídas, Inácio lutou bravamente até que uma bala de canhão do inimigo quebrou uma de suas pernas e feriu gravemente a outra. Quando ele caiu, a cidadela foi entregue. Quando os franceses tomaram posse da cidade, mostraram grande admiração por Inácio. Depois de doze ou quinze dias em Pamplona, ​​onde recebeu os melhores cuidados dos médicos do exército francês, foi carregado numa maca para Loyola.

Ele passou por muitas cirurgias e, posteriormente, foi forçado a ficar de cama por várias semanas. Esse período de convalescença foi exatamente o que faltava para mudar o coração de Inácio

Forçado a ler biografias de santos

Enquanto se recuperava, ele desejava ler mais histórias de aventuras de cavaleiros. Providencialmente, não existiam tais livros por lá. Isso o forçou a ler dois livros que o moldaram profundamente e o transformaram em outra pessoa. 

Como Inácio gostava de ficção, quando se viu fora de perigo pediu alguns romances para passar o tempo. Naquela casa não havia nenhum livro desse tipo. Em vez disso, deram a ele “A Vida de Cristo” e a “Legenda Áurea“. Com a leitura frequente desses livros, ele começou a adquirir algum amor pelas coisas espirituais.

Em resumo: isso o colocou em um caminho muito diferente, onde ele fundaria a influente Sociedade de Jesus, mais comumente conhecida como os Jesuítas.

E olha que tudo começou com uma bala de canhão na perna!

Tags:
Santos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia