Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 19 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Todas as pessoas têm o mesmo valor? Esta história responde

FATHER

Shutterstock | Sokor Space

Mar Dorrio - publicado em 06/08/21

Não importa quem você é; cada pessoa tem um valor infinito para Cristo

Uma popular série de TV mostrou uma cena em que um pai entrega ao filho uma nota de US$ 50 e pergunta: “Quanto vale?” Seu filho, surpreso, responde: “US$ 50”.

Aí, o pai amassa e aperta a nota e, pegando-a entre os dedos, torna a mostrá-la ao filho e pergunta: “E agora? Quanto vale agora? ” O filho responde novamente: “US$ 50”.

O pai balança a cabeça e, enquanto ainda mostra a nota, diz: “Coloque isto na sua cabeça: nada que os outros façam a você afeta o seu valor. Mesmo que batam em você, mesmo que o insultem, mesmo que cuspam em você … Nada que eles façam a você e nada que digam a você mudam quem você é ou o quanto você vale. ”

Essa cena emocionou muita gente, de todas as idades. Foi uma mensagem que a sociedade estava precisando. Temos que reforçar muito a autoestima de nossos filhos, pois vivemos em uma sociedade que funciona, cada vez mais, como uma selva onde vale tudo, onde não há limites e onde a caridade é uma virtude ameaçada, absolutamente desconhecida por uma elevada percentagem da população.

Se ao menos tivéssemos uma “vacina” que nos inoculasse com anticorpos contra a maldade, a crueldade, a inveja … Na medida certa para que esses pecados nunca mais nos invadissem. Uma vacina que faria infectar a maioria da população, ao contrário, com empatia, positividade, delicadeza, tato e ternura…

Como nenhuma empresa farmacêutica pode nos fornecer a vacina hipotética que acabei de descrever, precisamos estar cientes de que nossa única ferramenta para atingir esse objetivo é a educação.

O valor do sangue de Cristo

Devemos ensinar nossos filhos, desde muito novos, que eles e todos os outros valem mais de $ 50. Na verdade, eles não valem nem mais nem menos do que todo o sangue de Cristo: nem uma gota a menos.

Assim, uma pessoa que se veste bem para a escola e outra que nunca tira o mesmo suéter surrado, valem a mesma coisa: todo o sangue de Cristo. Um aluno que tira boas notas e outro que nem tenta valem todo o sangue de Cristo.

Alguém cuja família tem o sobrenome no prédio de uma escola da Ivy League e alguém que mora em um abrigo para sem-teto têm o mesmo valor: todo o sangue de Cristo. A estrela do time de futebol e o garoto desajeitado que ninguém escolhe para fazer parte do seu time na aula de educação física têm o mesmo valor: todo o sangue de Cristo.

Todos nós – pais, professores, instrutores de acampamento e atividades extracurriculares – devemos nos esforçar para alcançar a excelência na caridade. Temos muito em jogo.

O poder da caridade

Se conseguirmos fazer com que a caridade governe os relacionamentos de nossos filhos, não precisaremos de guindastes emocionais para elevar sua auto-estima, e o mundo será menos hostil e um pouco mais parecido com o paraíso.

Mas, para isso, temos que ajudá-los a viver a verdadeira caridade, não uma caridade que nunca os tire de sua zona de conforto. Para uma criança em idade escolar, a verdadeira caridade pode ser, por exemplo:

  • Não se contentar em coletar ou doar dinheiro para os pobres, mas garantir que nenhum colega de classe fique sozinho no recreio;
  • Nada de se gabar ou se exibir quando tira boas notas ou se destaca atleticamente;
  • Não rir de piadas às custas de um colega que está sendo menosprezado ou intimidado;
  • Escolher para sua equipe aquele colega que você sabe que ninguém mais escolherá.

A excelência na caridade tem que ser mais importante para nós do que a excelência esportiva, e mesmo a excelência acadêmica. Significa compreender e agir com clareza sobre o valor de cada pessoa: todo o sangue de Cristo.

Todas as pessoas têm o mesmo valor

Não podemos ser bons cristãos e agir como se todas as pessoas por quem Cristo derramou todo o seu sangue não merecessem nosso sorriso, nossa saudação, nossa bondade – em suma, a melhor versão de nós mesmos.

Vamos lembrar e ensinar nossos filhos que, não importa o quão mal uma pessoa seja tratada ou o quanto ela seja desprezada, elas ainda valem o mesmo: todo o precioso sangue de Cristo.

Tags:
Virtudes
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia