Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 17 Setembro |
São Roberto Belarmino
home iconCultura e Viagem
line break icon

Bar familiar em SP fecha as portas após 53 anos

SAO PAULO CITY

Antonio Salaverry / Shutterstock.com

Octavio Messias - publicado em 22/08/21

Mercearia de bairro que se tornou bar e restaurante frequentados por artistas será demolida por empreendimento 

Foi tema de discussões na internet e chegou aos cadernos de jornais como Folha de S. Paulo a notícia do encerramento das atividades da Mercearia São Pedro, tradicional bar e restaurante da Vila Madalena, na Zona Oeste de São Paulo.

A Merça, como era conhecida pelos seus frequentadores, tornou-se famosa por sediar encontros de artistas estrangeiros como o cantor e escritor australiano Nick Cave e o cineasta alemão Peter Sampel, os escritores Reinaldo Moraes e Mário Prata nos anos 1990, e a então “Nova Cena Literária Brasileira” dos anos 2000, composta por Joca Reiners Terron, Michel Laub, Daniel Galera, Xico Sá, Marçal Aquino, Marcelo Rubens Paiva e Marcelino Freire, que criou a tradição de realizar lançamentos de livros no bar, entre diferentes gerações de autores, artistas plásticos, cineastas, atores e atrizes, músicos, jornalistas e jovens em geral. A casa onde o estabelecimento está fundado desde 1968 será demolida para ceder espaço a um empreendimento imobiliário. 

Instituição paulistana 

Quando a família Benuthe chegou à casa de número 34 da rua Rodésia, as ruas da Vila Madalena não tinham nem asfalto. Vindos do bairro de periferia Itaim Paulista, o casal Ende e Pedro, que dá nome à casa, abriram uma pequena mercearia e construíram seu lar nos fundos junto com os filhos Mirko e Munir, já falecidos, e Marcos e Pedro, que tocaram a casa até hoje. Com o passar das décadas, a casa expandiu e o espaço passou a abrigar sessões de um cineclube, locadora de filmes em VHS e livraria, além de bar e restaurante. O tempero das comidas que compõem o bufê se mantém o mesmo de dona Ende, que evitava o excesso de sal para preservar a saúde de seus filhos. 

Amor de família

Foi por esse amor de mãe que Nick Cave fincou raízes na Merça quando morou em São Paulo entre 1990 e 1993. Em uma manhã, o músico se sentou em uma de suas mesas na varanda para tomar um café e dar uma maçã de comer ao seu filho Luke, então um bebê. Notando a falta de jeito do australiano para cortar a fruta, Pedro pai, morto em 1996, pegou uma colher e a raspou, tornando-a mais fácil para a criança ingerir. Cave se encantou com a delicadeza e tornou-se cliente assíduo da casa enquanto morou no bairro. Quando voltou ao Brasil em 2018, 25 anos depois, para um show, agora um rock star, ele fez questão de visitar o antigo balcão do bar. Por uma eventualidade, Pedro estava viajando durante o feriado de Nossa Senhora Aparecida, e Cave fez questão de telefonar para o velho amigo.

Centro cultural

Por mais de 53 anos, a Mercearia São Pedro proporcionou uma atmosfera de acolhimento familiar aos seus aos frequentadores, e a casa abrigou os projetos de cunho artístico e cultural dos mais assíduos, tornando-se um eixo de diferentes movimentos culturais. Em 2020, a Merça foi reconhecida como patrimônio histórico-cultural pela Secretaria de Cultura de São Paulo. A casa segue em funcionamento por período indeterminado, respeitando os protocolos da pandemia.

Mercearia São Pedro

Rua Rodésia, 34 – Vila Madalena 

Tags:
Sociedade

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: e ela explic...
3
Orfa Astorga
Os erros mais comuns das sogras
4
Papa Francisco pede homilias mais curtas
Francisco Vêneto
Papa Francisco pede aos padres: façam homilias mais curtas
5
porta
Reportagem local
Capelão de hospital: ação dos anjos é fundamental na hora da mort...
6
Ricardo Sanches
Menino de 4 anos brinca de missa, conhece vários santos e surpree...
7
ROSARY
Philip Kosloski
É verdade que meu Anjo da Guarda termina de rezar o Rosário se eu...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia