Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Como são escolhidos os Ministros Extraordinários da Eucaristia?

Mulheres nos ministérios litúrgicos

Marko Vombergar | ALETEIA

Arquidiocese de São Paulo - publicado em 25/08/21 - atualizado em 23/05/23

Entre os critérios estão a vida pessoal, familiar e cristã do candidato e seu compromisso com Cristo e com o próximo

Ministros Extraordinários da Eucaristia: quem são eles e quem os escolhe? Esta indagação foi enviada por um leitor do jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, ao pe. Cido Pereira, que mantém naquela importante publicação católica uma coluna de perguntas e respostas.

Eis o que o pe. Cido explicou:

Ser Ministro da Eucaristia ou Ministro Extraordinário da Sagrada Comunhão é um serviço confiado a homens e mulheres leigos. Eles prestam essa colaboração, em nossas comunidades, ajudando quando há uma quantidade muito grande de comunhões a serem distribuídas. Também levam Jesus sacramentado aos idosos e enfermos que estão em casa ou nos hospitais.

Como são escolhidos os Ministros Extraordinários da Eucaristia?

Na Arquidiocese de São Paulo, cada comunidade se reúne com seu pároco e decide quem possui condições para este ministério. Os critérios são a vida pessoal, familiar e cristã do candidato, seu compromisso com Cristo e com os irmãos na fé. E é bom que o tempo de ministério não passe de dois ou três anos, no máximo, para que outros tenham a oportunidade de servir à comunidade. É bom que eles também passem por um tempo de preparação, aprofundando a doutrina sobre o Santíssimo Sacramento. Não basta ser chamado: é preciso ser qualificado, e iniciar o serviço com uma linda celebração.

É claro, nem precisava dizer isso, mas eu digo: é preciso que os ministros tratem bem o povo de Deus, não se sintam empoderados e “os tais” diante da comunidade. Não há coisa mais triste e menos cristã do que humilhar publicamente um irmão ou irmã na fé.

Como você vê, meu irmão, os critérios e orientações são muitos. Em nossa Igreja em São Paulo, há um encontro solene dos ministros, no qual eles recebem o mandato ou o envio solene do arcebispo ou do bispo de cada região episcopal.

Eu concluo lembrando que o Ministro Extraordinário da Eucaristia deve colocar muito amor e respeito no exercício de seu ministério. Nunca se esqueça de que está distribuindo Jesus, o Pão da Vida, aos irmãos. Que eles comunguem o Cristo de suas mãos e vejam o Cristo presente em suas palavras, gestos e atitudes. Espero ter respondido à sua pergunta. Fique com Deus!

Tags:
EucaristiaIgrejaleigosLiturgia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia