Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 16 Agosto |
Bem-aventurado Gabriel Maria de Benifayó
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Pe. Zezinho fala da precipitação de quem se se sente desvalorizado

precipitação

Shutterstock | fizkes

Pe. Zezinho - Reportagem local - publicado em 01/02/22

"Seu coração apressado concluiu que tinha sido passado para trás"

Em sua rede social, o pe. Zezinho falou da precipitação de quem se se sente desvalorizado ou injustiçado: essas pessoas, muitas vezes, não têm a paciência de seguir em frente com perseverança e acabam “queimando seu filme” no afã de brilhar.

Eis o comentário do sacerdote:

“Padres e psicólogos lidam com isso todos os dias. Pessoas felizes deixam claro que se sentem valorizadas. Pessoas insatisfeitas, até quando caladas, não conseguem esconder que, por alguma razão, sentem-se injustiçadas.

Sentem que têm valor, mas um grupo de fé, ou de clube, ou companheiros de profissão, não as valoriza. Pior ainda no casamento!

A razão de mudanças de igreja, de comunidade religiosa, de time, de família, de trabalho, de partido, de profissão, de cidade ou de país está patente ou latente na decisão: não foram devidamente valorizados: o outro venceu, foi mais votado, ou ficou em terceiro ou quarto lugar… Não dizem, mas vão embora porque alguém pegou a taça, quando o primeiro lugar deveria ser deles! Não esperam meses ou anos para receber algum reconhecimento”.

A paciência de Jesus e Maria

Alertando contra a precipitação, o pe. Zezinho prosseguiu:

“Imagino que em Nazaré da Galileia muita gente não deu o devido valor para Jesus ou para sua mãe Maria. Se tivessem sido apressados, talvez tivessem mudado para Tiro, Sídon ou Jerusalém! Mas continuaram em Nazaré por trinta anos. A mudança veio porque Jesus foi anunciar que o Reino do Céu já estava presente desde João Batista! Como não tinham tais vaidades, não se queixaram, e Jesus e sua mãe mudaram para Cafarnaum. Decisão de Jesus, seguida pela mãe Maria”.

“Queimaram o filme no afã de brilhar”

Ainda em referência à precipitação dos impacientes, o pe. Zezinho comparou a vida com uma rodovia na qual o que importa é chegar bem:

“Conheci muitos cidadãos apressados que queimaram seu filme no seu afã de brilhar e ser aplaudidos. Melhor oportunidade é uma coisa, buscar brilho e fama é outra. Talvez uns meses a mais, o reconhecimento viria. Tinham valores marcantes, mas seu coração apressado concluiu que tinha sido passado para trás.

A vida é uma extensa rodovia. Muitas vezes alguém nos supera e nos deixa para trás. Mas, trinta minutos ou três horas depois, ganhamos a corrida, que para nós nem corrida era. Tínhamos seguido em frente! Simplesmente continuamos e chegamos com tanque semicheio. Motivo: não demos 150 ou 140 km/h!”.

Tags:
pacienciaPadresVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia