Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Setembro |
Santo Aunacário ou Aunacário
Aleteia logo
Cultura & Viagem
separateurCreated with Sketch.

A rocha que se dividiu em duas depois da morte de Cristo

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
MONTAGNA SPACCATA

Shutterstock | Sviluppo

Maria Paola Daud - publicado em 03/04/22

A rocha ou montanha fica em Gaeta, um lugar de grande riqueza espiritual no Mar Mediterrâneo

“Jesus de novo lançou um grande brado, e entregou a alma. E eis que o véu do templo se rasgou em duas partes de alto a baixo, a terra tremeu, fenderam-se as rochas.”

(Mateus 27,50-51)

Em Gaeta, uma cidade italiana não tão longe de Roma, há uma rocha ou montanha que se dividiu em duas. Uma tradição afirma que ela seria uma das rochas que se fenderam após a morte de Jesus, conforme narrou o Evangelho de Mateus.

A fenda deixou uma entrada para as águas claras do Mediterrâneo, formando grutas e riachos subterrâneos.

O recanto natural tornou-se um esconderijo ideal para os piratas nos tempos antigos e um destino turístico procurado hoje em dia.

E essa não é a única lenda…

A Caverna do Turco

Diz-se que um dia um marinheiro turco chegou ao local e não acreditou que a montanha tivesse se partido quando Jesus morreu. Ele, então, colocou sua mão sobre a rocha e, milagrosamente, ela amoleceu, deixando sua marca.

Hoje podemos ver a marca deixada pelo marinheiro, com uma inscrição em latim contendo as seguintes palavras: “Um descrente recusou-se a acreditar no que diz a tradição, esta rocha amolecida ao toque de seus dedos prova isso”.

shutterstock_1219607908.jpg
A Mão do Turco

Logo abaixo da Mão do Turco está a “cama de São Felipe Neri”, uma pequena cama de pedra sobre a qual o santo costumava descansar quando ia lá para rezar.

Santuário da Santíssima Trindade

No topo da montanha está o Santuário da Santíssima Trindade. Trindade que foi fundada em 930 a.C. pelos padres beneditinos sobre as ruínas da Villa di Munazio Planco, um renomado general romano.

Eles permaneceram no santuário por cerca de 10 séculos, até 1788, quando os franciscanos chegaram e lá permaneceram de 1843 a 1903.

Os franciscanos renovaram a estrutura graças à ajuda do Rei de Nápoles, Fernando II. Então os palotinos (1903-1917) sucederam os franciscanos por pouco tempo, e desde 1926 os Missionários do Pontifício Instituto para Missões Estrangeiras administram o santuário.

Muitos santos estiveram no local para meditar e rezar. Entre os mais conhecidos estão: São Bernardino de Sena, Inácio de Loyola, São Paulo da Cruz e São Filipe Neri, como mencionado acima.

Do santuário você desce até a Caverna do Turco por uma escada de 300 degraus com um terraço – mirante com uma vista espetacular deste canto mágico e espiritual do Mar Mediterrâneo.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
BíbliaEuropaSantuários
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia