Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 12 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Pe. Zezinho volta a questionar “falsos expulsadores de demônios”

o demônio à sombra dos bons que se corrompem

ra2 studio | Shutterstock

Reportagem local - publicado em 04/05/22

"Até dor de cabeça, nas pernas, no peito ou no corpo são 'diagnosticadas' nos seus templos como ação dos demônios"

O pe. Zezinho já se pronunciou em diversas ocasiões sobre a leviandade com que alguns pregadores ou grupos religiosos alegam expulsar demônios. Nesta semana ele voltou a questionar o embasamento de certos “expulsadores de demônios”.

Eis o que o sacerdote escreveu em sua rede social:

“Os evangelistas escreveram que Jesus expulsava demônios. E ensinou os discípulos a fazer o mesmo. Mateus, porém, escreveu que Jesus questionava os falsos expulsadores de demônio! E ele distinguia entre os demônios mais fáceis de expulsar e os mais difíceis.

Recomendou aos apóstolos que, em certos casos, isto só aconteceria pela oração e pelo jejum. Então, nem sempre se tratava de satanás ou diabo. ‘Daimon’ em grego também significava coisas ruins, infortúnios. Nem sempre era ação do anjos maus e decaídos. Distinguir entre ‘demônio’ e mal-estar ou disfunção mental é tarefa para quem estudou comportamento humano. Exige muito estudo de psiquiatria ou psicologia! Não basta orar a Jesus e sair pregando que agora o sujeito pode ser expulsador de demônios! Jesus falou contra isto!”.

O padre prosseguiu:

“Hoje a psiquiatria e a psicologia estudam os comportamentos dentro de outras perspectivas. A maioria das igrejas cristãs sérias distinguem, como Jesus distinguia, entre ‘demônios’, ‘infortúnios’, desequilíbrios comportamentais e obra do maligno, isto é, do diabo. Nem todos os males difíceis de explicar vêm do demônio ou satanás!

Há igrejas que não distinguem isto. Listam como demônios o que não é e nem nunca foi. Até dor de cabeça, dor nas pernas, dores no peito ou no corpo que incomodam são diagnosticadas nos seus templos, pelo pregador ou pregadora, como ação dos demônios”.

Sobre a ação dos oportunistas, o pe. Zezinho observou:

“No tempo de Jesus e dos apóstolos já havia os oportunistas que ‘expulsavam demônios’ que não existiam! Um episódio em Atos 19,13-18 mostra que muitos usavam o nome de Paulo, tentando imitar o apóstolo. Neste caso o exorcismo acabou em desastre!

Jesus, em Mateus 7,21-23, alerta para quem dizia expulsar demônios em nome d’Ele. Dizia que não reconheceria como discípulo quem fizesse isto!

É chocante o número de pregadores e pregadoras que, na TV e na Internet, expulsam demônios ’em nome de Jesus’. Jesus disse várias vezes que não deveríamos seguir tais pregadores! Mateus 24,4-5; e Mt 24,23-27. Leia e conclua!

Vai ouvir os evangelhos ou os atuais pregadores de TV, que todos os dias garantem que Jesus lhes deu esta missão? Será que lhes deu do jeito que eles usam?”.

Tags:
BíbliaDemônioevangelhoJesus
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia