Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 08 Agosto |
São Domingos de Gusmão
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

A glória de Deus num refrigerante de laranja

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
ORANGE SODA

successo images | Shutterstock

Michael Rennier - publicado em 04/07/22

O milagroso não está segregado às atividades eclesiásticas ou aos retiros espirituais. Está em todo o lado

A minha memória mais querida de jogar baseball é o refrigerante de laranja depois do jogo.

O jogo em si, claro, tinha os seus encantos. Eu gostava da espera e dos rodízios, era algo emocionante. Aguardava com ansiedade o momento de chegar a minha vez.

Finalmente, tinha de colocar o capacete e fazer as minhas jogadas de treino. Gostava de jogar num verdadeiro campo de terra com bases reais, tal como os meus jogadores preferidos. Uma vez, cheguei até a fazer uma jogada inesquecível. Olhei para a arquibancada para ter a certeza de que a minha avó tinha visto.

Acima de tudo, porém, eu adorava o refrigerante de laranja que tomava depois do jogo. Aquelas noites de Verão escaldantes a jogar bola estão gravadas na minha memória, uma experiência deste lado do Céu.

Para uma criança, cada experiência é grandiosa e cheia de frescor, todos os dias são mágicos, uma oportunidade de vaguear pelo bosque e esbarrar no riacho, organizar um jogo na rua, ou passear até à loja de figurinhas com a sua mesada.

Parece haver uma linha nebulosa que delineia onde termina a infância e começa a idade adulta. Tem a ver com a forma como vemos as nossas experiências diárias.

Milagroso

G.K. Chesterton aponta-o na sua autobiografia ao recordar a sua própria infância, escrevendo: “Não foi apenas um mundo cheio de milagres; foi um mundo milagroso”. É uma distinção sutil mas importante.

Os adultos católicos, por definição, acreditam em milagres. Acreditamos, por exemplo, na Ressurreição de Nosso Senhor e nos sete Sacramentos. Esta visão do mundo leva-nos, como diz Chesterton, a ver o mundo como um lugar em que os milagres podem e acontecem. Para uma criança, porém, a vida não está apenas cheia de milagres. A vida é um milagre. O refrigerante de laranja é um milagre. O carrossel é um milagre.

Compreendo que a distinção adulta entre o ordinário e o extraordinário é necessária, mas penso realmente que as crianças têm um bom ponto de vista.

Dentro de poucos dias é a festa de Santo Irineu, que diz: “A glória de Deus é o homem plenamente vivo”. Ponderar esta afirmação leva-me a considerar o que significa viver uma vida plena, uma vida em que atinja o meu potencial e através da qual a glória de Deus brilhe não só em momentos extraordinários, mas também em momentos ordinários. É como a atitude da infância, que unifica todas as nossas experiências sob a categoria de milagre.

Todos os dias, o sol nasce, e é espantoso. Todas as manhãs celebro a Missa. Como padre católico, estou firmemente empenhado na ideia de que é um milagre. Pense nisso, todos os dias começando com um milagre! Após a Missa, posso ter uma reunião ou algum trabalho de escritório, talvez e-mails que precisem de ser respondidos. Eu consigo ultrapassar isso, sabendo que mais tarde nessa noite temos uma hora santa, outro milagre para esperar no final do dia.

Tempo

Mas e o tempo que medeia? Também ele é colorido pelo milagre. Cheio até à borda com o fogo criativo, poesia e glória de Deus.

Cabe-nos reconhecer a glória à nossa volta, debaixo dos nossos pés, sobre as nossas cabeças, nos rostos que passam no corredor do supermercado. A crença em Deus não é escapista, como se nos preocupássemos de milagre em milagre, esperando desesperadamente o dia em que possamos finalmente ser libertados dos nossos corpos mortais condenados e fugir para o Céu.

O milagroso não é segregado em atividades eclesiásticas ou no ocasional retiro espiritual. Toda a sua vida é sagrada. As vossas ações têm significado – paternidade, amizade, jardinagem, escrita, fazer um bom trabalho no vosso trabalho. Deus brilha através de tudo isto.

Noutro ponto da sua autobiografia, Chesterton fala sobre como acredita que o Céu estará cheio de campos de dentes-de-leão. O que consideramos ervas daninhas a serem erradicadas tem de fato a sua própria beleza e valor especial. Os dentes-de-leão são um milagre.

Mais uma vez, recordo-me de quando eu era criança. Eu era obcecado por dentes-de-leão. Tratei cada um deles como um tesouro. Pensava que as suas flores amarelas eram requintadamente belas, dignas de presentear a minha mãe e, mais tarde, as suas sementes felpudas mereciam justamente flutuar ao vento como pó de fada. Uma semente de dente-de-leão é um pequeno pedaço de magia que cria nova vida em qualquer pedaço de sujidade em que aterrar.

Talvez hoje mais tarde, beba um refrigerante de laranja e sopre sobre um dente-de-leão. Façam o que fizerem, façam-no com Deus. Viva ao máximo – é tudo para a Sua glória.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
CriançasDeusMilagre
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia