Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 01 Março |
Aleteia logo
Curiosidades
separateurCreated with Sketch.

Independência do Brasil: o dia em que D. Pedro I parou para rezar em Aparecida

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Monumento da Independência

Shutterstock

Monumento no Parque da Independência lembra o "Grito do Ipiranga"

Ricardo Sanches - publicado em 06/09/22

Os detalhes da visita que aconteceu poucos dias antes da proclamação da Independência

Desde que foi encontrada por pescadores no rio, em 1717, a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida já atraiu milhões de peregrinos. Entre os devotos estão anônimos, famosos e até personalidades importantes da história do Brasil, como é o caso de D. Pedro I.

De acordo com o site do Santuário Nacional de Aparecida, o então Príncipe Regente do Brasil Colônia viajava a cavalo do Rio de Janeiro para São Paulo. A viagem, que tinha cunho político, previa várias paradas no caminho. Uma delas era em Aparecida, onde o príncipe rezaria e conheceria a já famosa “Capela da Santa”, que hoje é a Basílica Histórica.

A visita aconteceu na manhã do dia 20 de agosto de 1822, conforme descreve uma placa na entrada da basílica. A reportagem do site do Santuário afirma:

“O príncipe se colocou em plena oração pedindo a intercessão de Nossa Senhora da Conceição, fazendo suas preces e promessas, e como principal promessa que, ao completar o processo da independência, ele iria decretar Nossa Senhora Aparecida como Padroeira do Brasil, além de consagrar a nação à Virgem Maria caso as negociações na província paulista dessem certo.”

Paz e esperança em um momento conturbado

Em entrevista ao jornalista Victor Hugo Barros, a historiadora Tereza Pasin afirma que após sair da capela e rezar a Nossa Senhora, D. Pedro “levou consigo a paz, que é o que o nosso devoto vem procurar”. Ela lembra que o príncipe estava muito preocupado com a situação política do Brasil e de São Paulo.

E como não acreditar que esta paz espiritual influenciou a decisão de D. Pedro de, dezoito dias após visitar Aparecida, ou seja, em 7 de setembro de 1822, proclamar a Independência do Brasil?

Vale lembrar que em 12 de outubro de 1822 D. Pedro I tornou-se o Imperador do Brasil, mas, por pressão da Coroa Portuguesa, escolheu São Pedro de Alcântara como padroeiro do país.

Com informações de A12.com

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Tags:
AparecidaBrasilHistóriaNossa Senhora
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia