Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

As duas formas de se perder, segundo Jesus Cristo

WEB-WINDING-ROAD-SIGN-WOODS-MOUNTAIN-shutterstock_506001679-TAYAKORN.jpg

Shutterstock | TAYAKORN

Pe. Luigi Epicoco - publicado em 04/11/22

Uma reflexão sobre a história da ovelha e da moeda perdidas

“Aproximavam-se de Jesus os publicanos e os pecadores para ouvi-lo”.

Lucas 15,1

O primeiro milagre de Jesus é sua capacidade de inspirar aqueles que nunca ouvem ninguém. O poder de sua palavra desperta um anseio pela verdade até mesmo nos pecadores mais endurecidos.

Isso deveria nos animar, mas, muitas vezes, desperta ressentimento no coração daqueles que pensam que são justos:

“Os fariseus e os escribas murmuravam: ‘Este homem recebe e come com pessoas de má vida'”.

Lucas 15,2

É isso que leva Jesus a contar a parábola da ovelha e da dracma perdidas.

Através dessas duas histórias, Jesus está tentando dizer que existem basicamente duas maneiras de se perder: aquela que acontece com a ovelha perdida e a forma de se perder em casa, como acontece com a moeda perdida. 

É um pouco como dizer que se pode ser pecador de duas maneiras: fazendo coisas obviamente erradas ou cultivando uma total falta de compaixão enquanto segue todas as regras.

Nesse sentido, Jesus está falando a todos, tanto aos pecadores quanto aos que pensam que não são pecadores. A questão é se queremos deixar que essa misericórdia nos alcance onde quer que estejamos.

Tags:
BíbliaevangelhoJesus
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia