Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Coração de Pai: como São José pode inspirar a viver bem o tempo da Quaresma

A Sagrada Família

Anneka | Shutterstock

Reportagem local - publicado em 26/02/23

Patrono da Igreja Católica é personagem central de documentário que será exibido nos dias 4, 6 e 7 de março em cinemas do Brasil

Iniciamos a Quaresma, tempo especial de preparação para a Páscoa do Senhor. Como cristãos católicos, somos convidados à conversão e a seguir os preceitos indicados pela Igreja. Os santos nos ajudam neste caminho, por isso é recomendado mirar nestes mestres da fé. Não por acaso, neste período, celebra-se São José, modelo de pessoa comprometida com Deus e seus propósitos.

Também foi intencional que o documentário “Coração de Pai”, sobre o pai de Jesus, fosse exibido no Brasil, no mês de sua festividade. O filme estará em cartaz nos dias 4, 6 e 7 de março, nos cinemas de mais de 60 cidades do país.Além de um entretenimento, esta é uma oportunidade para refletir sobre como a vida de São José pode nos inspirar a ser pessoas melhores.

Na Carta Apostólica Patris corde, o Papa Francisco nos lembra que em São José encontramos“um intercessor, um amparo e um guia nos momentos de dificuldade”.A devoção do pontífice pelo Patrono da Igreja é reconhecida e, inclusive, destacada em “Coração de Pai”. “Eu gosto muito de São José, porque é um homem forte e silencioso. Em minha mesa de trabalho, tenho uma imagem de São José dormindo. E dormindo, cuida da Igreja. E, quando eu tenho um problema ou uma dificuldade, eu escrevo em um papelzinho e coloco embaixo de São José. Para que ele sonhe!”, diz Francisco.

Caminho de transformação espiritual

A quaresma é um convite para voltarmos o olhar, a mente e o coração para Deus. A oração, a esmola e o jejum nos ajudam a percorrer um caminho de transformação espiritual, mas também do nosso cotidiano. Somos chamados à uma mudança sincera de vida. E, em São José, encontramos um exemplo para nos mirar.

Assim aconteceu com o artesão Tristán Boj, que de ateu convicto se converteu em um cristão fiel e fervoroso devoto do santo. Sua vida foi transpassada pela perda do único filho, fato que o desestabilizou e o afastou ainda mais da fé. No entanto, ao olhar a imagem de São José, identificou-se e encontrou motivos para recuperar o ânimo em viver. “Eu sofria há dez anos. A perda do meu filho havia me afundado. Eu disse: ‘Senhor, me escute. Eu ouço muito sobre você, se você existe me dê um sinal’. Eu estava totalmente entregue a ele, um abandono total”.

É também comovente o relato de Gilberto Rafael. Graças a intercessão de São José, ele deixou a vida de prostituição, nas ruas de Barcelona e recuperou a dignidade. “Eu perdi muitos anos da minha vida, mas agora estou melhor, espiritualmente estou muito melhor. E dou graças a Deus por este milagre e graças a Ele estou recuperado”.

Estes e outros diversos depoimentos são reproduzidos ao longo do filme e são como pílulas de esperança. Neste tempo propício, que saibamos olhar a figura deste padroeiro e tirar lições de fé, humildade, perseverança e amor a Deus e ao próximo. Que o nosso coração se abra para acolher os ensinamentos deste “Coração de Pai”.

Tags:
CinemaSantosSão José
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia