Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 18 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

3 inimigos para combatermos durante a Quaresma

Este artigo é exclusivo para os membros de Aleteia Premium
Jesus combate as tentações do demônio no deserto

Renata Sedmakova | Shutterstock

Afresco retrata Jesus rejeitando o demônio

Philip Kosloski - publicado em 27/02/23

A primeira carta de João revela três inimigos poderosos contra os quais precisamos lutar nestes 40 dias

A Quaresma é um tempo de combate espiritual – e há três inimigos em particular que precisamos combater nesse tempo litúrgico especial.

Muitos autores católicos recorrem à primeira carta de São João para desmascarar esses inimigos: a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e o orgulho da vida (cf. 1 João 2,16).

Dom Prosper Gueranger explica esses três inimigos em sua obra “Ano Litúrgico”:

A concupiscência da carne significa o amor das coisas sensuais, que abrange tudo o que seduz a carne e atrai a alma a prazeres ilícitos. A concupiscência dos olhos expressa o amor dos bens deste mundo, como riquezas e posses, que deslumbram os olhos e seduzem o coração. O orgulho da vida é a confiança arrogante em nós mesmos, que nos leva a ser vaidosos e presunçosos e nos faz esquecer que tudo o que temos é porque recebemos de Deus.

Ele então explica que o próprio Jesus combateu esses inimigos ao final dos seus 40 dias no deserto e destaca como os derrotou:

Nosso Salvador, que deve ser modelo nosso em todas as coisas, submeteu-se a sofrer essas três tentações (…) Mas observemos que Ele, nosso modelo divino, nosso Redentor, supera o tentador. Ele acaso ouve as suas palavras? Ele permite a tentação? Ele dá forças à tentação ao hesitar em rejeitá-la? Nós é que fizemos isso quando fomos tentados – e caímos. Nosso Senhor, porém, imediatamente rebate cada tentação com o escudo da Palavra de Deus. Ele diz: Está escrito: não só de pão vive o homem. Está escrito: não tentarás o Senhor teu Deus. Está escrito: só ao Senhor teu Deus adorarás e ele apenas servirás. Esta, portanto, deve ser a nossa prática no tempo que estamos vivendo.

Ao lutarmos contra esses inimigos durante a Quaresma, procuremos ajuda e inspiração em Jesus e empunhemos um escudo de fé contra todos os obstáculos.

Este artigo é exclusivo para os membros Aleteia Premium

Já é membro(a)? Por favor,

Grátis! - Sem compromisso
Você pode cancelar a qualquer momento

1.

Acesso ilimitado ao conteúdo Premium de Aleteia

2.

Acesso exclusivo à nossa rede de centenas de mosteiros que irão rezar por suas intenções

3.

Acesso exclusivo ao boletim Direto do Vaticano

4.

Acesso exclusivo à nossa Resenha de Imprensa internacional

5.

Acesso exclusivo à nova área de comentários

6.

Anúncios limitados

Apoie o jornalismo que promove os valores católicos
Apoie o jornalismo que promove os valores católicos

Tags:
DemônioJesusPecadoQuaresma
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia