Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 03 Março |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Como Carlo Acutis conseguiu ter um impacto tão grande em tão pouco tempo?

Beato Carlo Acutis

Michał Ziółkowski / Aleteia

Aline Iaschine - publicado em 05/05/23 - atualizado em 05/05/23

Ele inspira histórias em quadrinhos, livros e documentários, suas relíquias são veneradas em escolas e igrejas e, em breve, uma capela será dedicada a ele. Em comemoração ao mês de seu nascimento, maio, relembramos Carlo Acutis, um jovem abençoado que se tornou um modelo para os jovens

Carlo Acutis (1991-2006) é um beato que é cada vez mais proposto como modelo para os jovens… mas também para os não tão jovens! Ainda desconhecido da maioria dos católicos há alguns anos, sua fama se espalhou rapidamente desde 10 de outubro de 2020, dia de sua beatificação em Assis.

Na Europa, em apenas alguns anos, multiplicaram-se capelanias, oratórios e acampamentos de verão com seu nome, além de histórias em quadrinhos, livros e documentários que contam sua história. A devoção a ele também cresceu por meio de sua exposição de milagres eucarísticos, que foi exibida em muitas paróquias, e pela veneração de suas relíquias. Essas últimas foram exibidas em todo o mundo, em 10.000 paróquias somente nos Estados Unidos.

De fato, ele é uma pessoa abençoada que atrai os outros, certamente por causa de sua juventude, seu rosto alegre e sua vida contemporânea, mas também porque o caminho de santidade que ele encarna parece extremamente acessível, enfatizando que a santidade está ao alcance de todos.

Carlo é um jovem abençoado que buscou a santidade na normalidade de sua vida e encontrou os meios para alcançá-la por meio da Eucaristia. Desde os 7 anos de idade – o dia de sua Primeira Comunhão – Carlo Acutis ia à missa todos os dias, encontrando tempo até para ir à adoração e meditar sobre a vida de Cristo por meio do rosário. Sua mãe, Antonia, diz: “Para ele, ir ao sacrário era uma candidatura à santidade”.

Um modelo para os jovens

Por essas e muitas outras razões, o jovem beato foi proposto como um modelo para os jovens, primeiro pelo Papa Francisco em sua exortação apostólica Christus Vivit, publicada em 9 de abril de 2019, e depois por escolas e paróquias em todo o mundo. Os Legionários de Cristo, por exemplo, fundaram um oratório com seu nome no 16º arrondissement de Paris em 2020 para crianças de 6 a 11 anos. Lá, inúmeras atividades e momentos espirituais são oferecidos sob a proteção do jovem cientista da computação. As capelanias de algumas paróquias o tomam como patrono, como a capelania de Notre-Dame de la Bonne Nouvelle, em Perpignan, ou as casas Carlo Acutis, em Nîmes, ou a escola Dupanloup, em Boulogne-Billancourt.

“Nos últimos anos, certamente foi o santo que mais tocou os jovens”, diz Pascale de La Verande, assistente pastoral em Dupanloup. Nessa escola pública em Hauts-de-Seine, Carlo Acutis foi escolhido como o santo do ano para os alunos do ensino fundamental e médio. “Explicamos a eles que ele era um jovem como eles, vestido como eles, que fazia coisas simples todos os dias, voltado para Deus”, diz à Aleteia. Fotos do jovem beato estão expostas em vários lugares da escola e sua história atraiu muitos alunos, como Augustin, de 4 anos, que explicou à sua mãe que Carlo Acutis era seu “melhor amigo”, ou Constance, de 5 anos, que desde que descobriu a vida do jovem italiano, tenta rezar o rosário, como ele em sua idade.

Livros, histórias em quadrinhos, documentários

Não faltam documentários sobre sua vida, como o produzido pela Chemin Neuf, nem livros, especialmente o de sua mãe Antonia Salzano, O segredo do meu filho, Carlo Acutis. Há cada vez mais livros infantis que o apresentam como um modelo de santidade, como a história em quadrinhos Carlo Acutis, On the Road to Heaven, publicada em março de 2023.

“Quando a editora me pediu para escrever o roteiro dessa história em quadrinhos, senti-me particularmente chamado a fazê-lo, porque em 2005 e 2006 – os dois últimos anos da vida de Carlo – eu estava morando na Itália, em Milão, a algumas ruas de sua casa”, disse Paul de Vulpillières, autor e roteirista dessa história em quadrinhos. “Mergulhei na história de Carlo Acutis e fiquei impressionado com a grande simplicidade de sua vida. Sua mensagem é que, se formos à comunhão o máximo possível, nos tornaremos cada vez mais santos… portanto, temos que fazer isso”. Foi assim que o roteirista Paul de Vulpillières e a ilustradora Émilie Droulers contaram a vida do jovem beato, reproduzindo fielmente sua vida, tão simples quanto exemplar, e a atmosfera de Milão: a escola, o colégio e a igreja onde Carlo Acutis ia à missa todos os dias.

As relíquias de Carlo Acutis

Nos últimos meses, várias escolas de ensino médio e paróquias puderam receber uma relíquia de Carlo Acutis, difundindo assim a devoção ao jovem apóstolo cibernético. Esse foi o caso, por exemplo, do liceu de Saint-Bonnet de la Galaure (Drôme), ou da paróquia de Sainte Cécile em Boulogne-Billancourt (Hauts-de-Seine), e na mesma cidade, do liceu Notre-Dame de Boulogne.

Muitos jovens adolescentes expressaram seu apego ao jovem nessas ocasiões, como Hyppolite, de 15 anos: “Ele é um jovem que poderia estar no parquinho conosco. Ele era um estudante do ensino médio como os outros, um estudante apaixonado por computadores, jogava futebol com seus amigos. E apesar do fato de ser jovem, de querer aproveitar a vida, ele conseguiu colocar Jesus no centro de sua vida. Ele realmente nos mostra que a santidade é acessível a todos”.

INSTALLATION-RELIQUE-CARLO-ACUTIS-CHAPELLE-.jpg
Instalação de uma relíquia de Carlo Acutis na escola secundária de Saint-Bonnet de Galaure, 12 de outubro de 2022

Em breve, uma nova capela será dedicada a Carlo Acutis

A diocese de Cahors dedicará em breve uma capela ao jovem beato. “Ele é um santo absolutamente atual. Ele é o primeiro missionário do continente digital. Pensamos que poderíamos dedicar uma capela inteira à veneração desse santo aqui em Rocamadour”, disse o padre Florent Millet, reitor do santuário, à Aleteia.

De fato, a ideia nasceu depois que jovens da diocese de Cahors receberam uma relíquia do jovem beato das mãos da mãe de Carlo em Assis. “Gostaríamos de instalar essa relíquia nesta capela”, diz o Padre Florent, especificando que seria em uma sala existente – atualmente a sala modelo – que se tornaria, assim, a 9ª capela do santuário. “Tudo tem que ser criado. Provavelmente colocaremos uma estátua ou uma pintura de Carlo Acutis, um altar, criaremos um relicário”.

Nesse sentido, trata-se de um projeto que poderá ser inaugurado “dentro de um ou dois anos” e que solicitará a contribuição de jovens que gostariam de ajudar com seus talentos artísticos. Essas são grandes iniciativas que certamente inspirarão outras pessoas e, assim, aumentarão a devoção ao jovem no coração de inúmeros jovens em todo o mundo.

Tags:
BeatificacaoJovensSantosVida Cristã
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia